Chile toneladas animais mortos praias

Toneladas de animais mortos dão à costa nas praias do Chile

Baleias, sardinhas e salmões mortos têm vindo a dar à costa nas praias do Chile, um fenómeno que está a ser atribuído aos efeitos meteorológicos causados pelo El Niño.

No ano passado, mais de 300 baleias mortas surgiram em baías remotas da costa sul do Chile, naquela que foi a primeira de uma série de descobertas de animais mortos.

No início do ano, um aumento acentuado de algas na água sufocou 40.000 toneladas de salmão na região Los Lagos, 12% da produção anual de salmão do Chile, o segundo maior produtor deste tipo de peixe depois da Noruega.

Este mês, cerca de 8.000 toneladas de sardinhas mortas surgiram na foz do rio Queule, e milhares de amêijoas mortas amontoaram-se nas costas da ilha Chiloe.

As autoridades culparam a “maré vermelha” de algas e proibiram a pesca da zona afetada, deixando milhares de pescadores sem emprego.

Fonte: Notícias ao Minuto / mantida a grafia lusitana original

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.