Trabalhadores anti-pandemia espancam cachorro de estimação até a morte na China

Trabalhadores anti-pandemia espancam cachorro de estimação até a morte na China
Weibo, foto de OnlySnowball

Trabalhadores anti-pandemia chineses da província de Guangdong espancaram um cão de três anos chamado Snowball até a morte na quarta-feira (2 de março) enquanto seus tutores estavam em quarentena no hotel.

Na sexta-feira (4 de março), os tutores do cão samoieda compartilharam imagens do brutal assassinato de seu animal de estimação em um post na plataforma de mídia social chinesa Weibo, que havia sido compartilhado mais de 100.000 vezes até a tarde de sábado (5 de março), por WhatsonWeibo.

O post também incluía capturas de tela da conversa do tutor com dois trabalhadores anti-pandemia em que ela os havia notificado sobre o cão antes de chegarem para desinfetar seu apartamento. Os trabalhadores foram informados em que quarto Snowball estava e que o cão não era agressivo e não iria mordê-los.

Isso não impediu que os trabalhadores da pandemia espancassem o cão até a morte com um bastão.

A morte do animal foi confirmada mais tarde em um comunicado oficial do Departamento de Propaganda local de Huizhou. As autoridades reconheceram a maneira cruel como foi morto e disseram que os dois trabalhadores responsáveis tinham sido suspensos de seus postos.

O comunicado dizia que Snowball provavelmente estava infectada com COVID-19, já que morava no mesmo apartamento que o namorado da tutora (que havia testado positivo para o vírus). O cão não foi testado para verificar isso antes de sua morte.

Muitos no Weibo ficaram indignados com a notícia. Alguns relataram que seus próprios animais de estimação ficaram angustiados com o áudio das imagens.

“Eu não conseguia respirar quando cliquei no vídeo, e Paipai imediatamente correu até mim com o rabo para baixo quando ouviu o vídeo”, escreveu um internauta. “Os cães podem ter empatia com outros cães. Paipai podia ouvir que Snowball estava em perigo.”

Outros pediram uma lei contra a crueldade animal — que atualmente não existe na China. Tags relacionadas logo desapareceram da plataforma enquanto as autoridades locais congelavam a seção de comentários para o post, o que desagradou ainda mais alguns internautas: “O quê? Estão reprimindo esse assunto agora? Vocês acham que somos idiotas?” Perguntou um internauta.

A morte de Snowball segue um incidente semelhante em novembro, no qual um cão de estimação Corgi foi espancado até a morte na província de Jiangxi. Respondendo à reação online na época, as autoridades locais alegaram que o cão havia sido tratado com “medidas inofensivas” e pediram aos internautas que fossem mais tolerantes com os trabalhadores anti-pandemias, que eles sugeriram estarem sobrecarregados.

Por Liam Gibson / Tradução de Bruno Fontanive

Fonte: Taiwan News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.