Tráfico de animais silvestres em SC motiva operação da polícia em 11 cidades do Estado

Tráfico de animais silvestres em SC motiva operação da polícia em 11 cidades do Estado
Pássaros encontrados na Glória, Região Sul de Blumenau.(Foto: Polícia Civil, Divulgação)

Grupos que atuam no tráfico de animais silvestres em Santa Catarina foram alvos de uma operação da Polícia Civil do Estado na manhã desta segunda-feira (23). Foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão, quatro de prisão e o objetivo é desarticular a quadrilha que atua na retirada principalmente de pássaros da fauna para abastecer o comércio ilegal. Durante o cumprimento dos mandados, dezenas de aves foram localizadas pelos agentes.

A Operação Bioma ocorreu em ao menos 11 cidades de Santa Catarina: Blumenau, Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Penha, Timbó, Guabiruba, Biguaçu, Antônio Carlos, Tijucas e Joinville. No Rio Grande do Sul, a ação da Civil foi nas cidades de Arroio Grande e Rio Grande. Já em São Paulo, o trabalho foi deflagrado em Osasco e na capital.

Estavam na mira da Polícia Civil comerciantes irregulares, intermediadores, caçadores, pessoas que fomentavam a venda ilegal e também encarregados em falsificar anilha e documentação — materiais de identificação de pássaros e que permitem o monitoramento junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama).

Em nota, a polícia disse que o comércio ilegal de animais silvestres “trata-se de um mercado altamente nocivo à fauna brasileira, que movimenta volumosos valores, atrai aqueles que pagam para ter animais e aves raras a qualquer custo” e diz que esse mercado perde “apenas para a movimentação financeira do tráfico de drogas e de armas”.

Em Blumenau, um mandado foi cumprido no bairro Glória, na Região Sul, onde foram apreendidos cerca de 40 pássaros de espécies diferentes, além de redes e equipamentos que são utilizados para a captura de animais. Os envolvidos poderão responder por crimes de associação criminosa, maus-tratos a animais, caça de espécies da fauna silvestre, falsidade documental entre outros crimes.

Veja o vídeo

Por Augusto Ittner

Fonte: NSC Total 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.