Três canis ilegais são descobertos em Rio Preto (SP) nos primeiros meses de 2020

Três canis ilegais são descobertos em Rio Preto (SP) nos primeiros meses de 2020
Cento e três cães foram resgatados de canis clandestinos em Rio Preto — Foto: Reprodução/TV TEM

Somente nos primeiros meses de 2020, três canis ilegais foram descobertos em diferentes regiões de São José do Rio Preto (SP). Ao todo, 103 cães de raça foram resgatados de situações de maus-tratos.

De acordo com a diretora da Diretoria do Bem-Estar Animal (Dibea), Karol Prado, todos os casos vieram à tona depois de denúncias anônimas.

“A importância de denunciar é que conseguimos chegar até o problema. Sem denúncia, sabemos da existência, mas não conseguimos alcançar a resolutividade”, explica a diretora.

Todos os cachorros resgatados em situações de maus-tratos foram encaminhados para o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Rio Preto.

“Os animais passam por avaliação clínica e procedimento de esterilização. Depois disso, são encaminhados para doação por meio de nosso parceiro, a Organização Não Governamental (ONG) Fauna”, diz Karol.

Yorkshire, pinscher e Shih-Tzu

Cães estavam em uma casa no bairro São Deocleciano em Rio Preto.— Foto: Arquivo Pessoal

O primeiro canil foi descoberto no dia 21 de janeiro. Dezenove cachorros das raças Yorkshire, Pinscher e Shih-Tzu foram encontrados em um imóvel, no bairro São Deocleciano, Zona Leste do município.

Os oito filhotes e 11 adultos estavam sujos, presos em um ambiente escuro e sem ventilação. Alguns deles aparentavam estar doentes e outros com parasitas.

Vídeo: Cães de raça são resgatados em canil clandestino em Rio Preto.

Na época em que o flagrante foi realizado, a Prefeitura de Rio Preto informou que o local funcionava como um canil de vendas, mas que o proprietário não tinha controle de prenhez e nem de vacinação.

Os donos do imóvel foram autuados pela lei de crime ambiental e também por uma municipal que proíbe a existência de canis em casas.

Cães receberam atendimento veterinário em Rio Preto. — Foto: Arquivo Pessoal

 Shih-tzu

Cães viviam dentro de uma casa em bairro de Rio Preto. — Foto: André Modesto/TV TEM

No mês de fevereiro, 66 cães de raça foram resgatados de um canil clandestino, em um dos inúmeros condomínios fechados da cidade.

Vídeo: Polícia de Rio Preto apreende 66 cães após denúncia de maus-tratos.

Sessenta e seis Shih-tzu, sendo 60 adultos e seis filhotes, foram encontrados em situação totalmente irregular. Os animais viviam soltos por todo o imóvel.

Os filhotes ficavam em uma gaveta adaptada para acomodá-los. A quantidade de animais por cômodo também chamou a atenção.

Cães viviam soltos pela casa em bairro de Rio Preto. — Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com a Polícia Militar, que deu apoiou a ação, o mau cheiro, as péssimas condições de higiene e o barulho incomodavam a vizinhança.

A moradora foi autuada em R$ 198 mil por praticar ato de maus-tratos a animais domésticos e pode responder por crime ambiental.

Como os animais estavam debilitados, todos foram acompanhados por veterinários. Uma escola de banho e tosa acolheu 20 cães e realizou a limpeza.Polícia de Rio Preto resgata 66 cães de raça após denúncia de maus-tratos

Spitz alemão

Cães foram encontrados dentro de gaiolas em Rio Preto. — Foto: Arquivo Pessoal

Menos de um mês depois, no dia 3 de março, onze adultos e sete filhotes da raça spitz alemão foram resgatados, também em um condomínio de Rio Preto.

Vídeo: Cães da raça spitz alemão são resgatados de canil clandestino em condomínio de Rio Preto.

Os animais foram encontrados em gaiolas pequenas de ferro. O dono do imóvel confessou que não soltava os animais por falta de espaço físico no imóvel e que a renda dele era obtida pelo comércio deles.

Ele recebeu uma notificação administrativa e será investigado por maus-tratos a animais.

Diversos filhotes também foram encontrados em Rio Preto. — Foto: Fernando Daguano/TV TEM

Canil legalizado

O ideal é adotar um animal que está à espera de um novo lar e não pagar para levá-lo para casa. No CCZ de Rio Preto, por exemplo, existem cães e gatos à espera de um novo lar.

Gato está à espera de um novo lar em Rio Preto. — Foto: Divulgação/Prefeitura de Rio Preto

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.