Três homens que a Animal Equality expôs agredindo porcos foram acusados por crimes de crueldade contra animais

Três homens que a Animal Equality expôs agredindo porcos foram acusados por crimes de crueldade contra animais

Os funcionários, chamados Artis Grogprkevs, 31, de Goxhill, Gavin Hardy, 39, de South Killingholme e Troy Wagstaff, 30, de Grimsby, vão comparecer ao tribunal no próximo mês.

Todos os três homens foram acusados de causar sofrimento desnecessário a porcos, ao infligir-lhes traumatismos bruscos, violência física e usarem um forcado de maneira imprópria, cujas imagens chocantes nós expusemos no início do ano.

Os investigadores visitaram a fazenda Fir Tree várias vezes entre os dias 1 e 27 de abril de 2018, após um alerta anônimo de um corajoso denunciante sobre a crueldade contra os animais. Eles registraram maus-tratos violentos graves e repetidos aos porcos por parte de funcionários, incluindo vários incidentes de porcos sendo violentamente chutados no rosto e na cabeça.

Os trabalhadores também foram filmados ao baterem os portões nas cabeças dos porcos, cutucarem os porcos repetidas vezes com forcados enquanto riam da violência.

Fotos: Animal Equality

A organização Animal Equality passou todas as evidências para a RSPCA e congratulou-se com a notícia de que eles já prestaram queixa. Os três homens em questão devem comparecer ao Tribunal de Magistrados de Grimsby em 23 de novembro. Esperamos que eles enfrentem a força total da lei para essa agressão repugnante e indesculpável.

Consumidores preocupados com isso podem ajudar a impedir que a crueldade ocorra nas fazendas industriais, ao escolherem entre as muitas alternativas deliciosas à carne atualmente disponíveis.

Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: Animal Equality

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.