Três tartarugas-marinhas são soltas na Laje de Santos (SP) após reabilitação; vídeo

Três tartarugas-marinhas são soltas na Laje de Santos (SP) após reabilitação; vídeo
Soltura ocorreu na Laje de Santos (SP) — Foto: Divulgação/Gremar

O Instituto Gremar realizou a soltura de três tartarugas-marinhas no Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, no litoral de São Paulo. Segundo informado ao G1 nesta sexta-feira (13), os animais de espécies diferentes foram resgatadas nos últimos meses pelo Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS).

VÍDEO: Gremar solta três tartarugas marinhas na Laje de Santos

De acordo com o Instituto, a tartaruga que passou mais tempo no Centro de Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos, da espécie verde (Chelonia mydas), havia sido resgatada no dia 28 de agosto, na Praia da Riviera, em Bertioga, durante uma ação de monitoramento do local. Após algumas semanas em processo de estabilização, ela passou por uma cirurgia para retirada de papilomas (tumores benignos) e se recuperou bem, chegando ao peso de 6 kg.

Já a segunda, foi uma tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata) que foi encontrada após se enroscar em uma rede de pesca no mesmo local. Na época, o Instituto foi acionado por moradores e ela foi levada para a reabilitação, onde passou por tratamento voltado para uma lesão linear bilateral na articulação umeral. Após a recuperação, ela atingiu o peso de aproximadamente 15 kg.

Por fim, a terceira tartaruga, da espécie popularmente conhecida como ‘cabeçuda’ (Caretta caretta), pesava 54kg. Ela foi encontrada encalhada em Peruíbe, no dia 24 de outubro, com petrechos de pesca presos aos membros anteriores e região cervical. Após uma semana na Unidade de Estabilização de Praia Grande, ela foi transferida para o Gremar, onde foi acondicionada em um tanque de 40 mil litros.

Segundo informado pelo Gremar, o animal passou a se alimentar espontaneamente já no primeiro dia na Base e apresentou melhora na flutuabilidade e respiração. A ação de soltura foi realizada pelo Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos, com o apoio da Fundação Florestal e do Iate Clube de Santos.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.