Tutor de cão que foi baleado diz que vira-lata está debilitado: ‘perdeu bastante sangue, está abatido e assustado’

Tutor de cão que foi baleado diz que vira-lata está debilitado: ‘perdeu bastante sangue, está abatido e assustado’
Cachorro vira-lata é internado após ser atingido por tiros em Caçapava, SP — Foto: Arquivo pessoal/Gilberto dos Santos

Abatido e assustado. É assim que está o cachorro ‘Chorão’, que foi baleado em Caçapava, no interior de São Paulo, na noite do último domingo (25), segundo o tutor Gilberto dos Santos.

O vira-lata estava internado em São José dos Campos (SP) e foi transferido para Caçapava nesta terça-feira (27) de manhã.

Ao g1, Gilberto contou que o Chorão ainda aguarda pela cirurgia, que está prevista para quinta-feira (29). A cirurgia será para a retirada da bala que ficou alojada no animal.

Com toda a situação, o tutor explicou que o cachorro perdeu bastante sangue e os médicos veterinários estão aguardando a estabilização de Chorão para o procedimento cirúrgico.

“Ele está bastante abatido, assustado. Perdeu bastante sangue e está com a imunidade muito baixa”, revelou.

Cachorro vira-lata é internado após ser atingido por tiros em Caçapava, SP — Foto: Arquivo pessoal/Gilberto dos Santos
Cachorro vira-lata é internado após ser atingido por tiros em Caçapava, SP — Foto: Arquivo pessoal/Gilberto dos Santos

Além da bala alojada, Gilberto conta que outro problema apareceu: um edema identificado no pulmão de Chorão. Apesar disso, o tutor explicou que, a princípio, o animal não corre risco de morte.

No entanto, toda essa situação tem causado um estresse a Gilberto e toda sua família. Segundo ele, o cachorro nunca deu problema na vizinhança.

“Estamos bem injuriados. O Chorão está comigo desde 2016 e nunca deu problema. Até mesmo a vizinhança que convive com ele, gosta dele. Nós ficamos apreensivos, pensando: ‘por que fazer isso?’. É um cachorro bom, nunca deu problema, nunca foi de latir para ninguém”, desabafou.

Ainda segundo Gilberto, os filhos também estão sentindo a ausência do animal, que segue internado.

“Meus filhos também estão injuriados, porque desde pequenos eles convivem com o cachorro. Ficamos bem chateados com essa situação”.

Agora, Gilberto luta por justiça. Segundo o morador, a intenção é que o autor dos disparos não saia impune dessa situação. Ele revelou que seu advogado ingressará com um processo.

O g1 acionou a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e aguarda o retorno do órgão sobre a atualização das investigações.

Cachorro atingido por disparos em Caçapava (SP) foi adotado pela família em 2016, ainda filhote — Foto: Arquivo pessoal/Gilberto dos Santos
Cachorro atingido por disparos em Caçapava (SP) foi adotado pela família em 2016, ainda filhote — Foto: Arquivo pessoal/Gilberto dos Santos

O caso

Um cachorro vira-lata precisou ser internado após ser alvejado por vários tiros de arma de fogo na noite do último domingo (25), no bairro Recanto do Sol, em Caçapava.

À reportagem, Gilberto disse que estava passeando com seu cachorro pela Rua Sérgio Buarque de Holanda, quando o cachorro do vizinho começou a latir. O cachorro de Gilberto latiu de volta, o que teria irritado o morador.

Segundo o boletim de ocorrência, o tutor do animal relatou para a Polícia Civil que um vizinho efetuou cinco disparos em direção ao cachorro, sendo que quatro deles atingiram o animal. A suspeita é de que o atirador seria um policial aposentado.

Fonte: g1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.