Tutora encontra cão desaparecido após explosão em prédio no RJ

Tutora encontra cão desaparecido após explosão em prédio no RJ

Filhote estava escondido dentro do apartamento e ficou o dia todo desaparecido. Dona pensou que o animal estivesse morto.

Por Karina Chagas

RJ cachorropredioexplosao

A horas de sufoco e longa espera, a autônoma Nicole Vencovsky, 39 anos, conseguiu encontrar seu cachorro “Jack”, um vira-lata de 8 meses, desaparecido na explosão que destruiu nove andares do edifício Canoas, nessa segunda-feira, em São Conrado, na zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo a Defesa Civil do Rio, um vazamento de gás no décimo andar teria provocado a explosão.

Nicole passou horas sem saber como estava Jack. O animal só foi localizado no final da tarde de ontem, depois que a Defesa Civil liberou a entrada dos moradores para buscar objetos pessoais, como remédios, dinheiro e roupas. Logo após a explosão, alguns animais foram resgatados pelos bombeiros, mas Jack não foi encontrado, já que ficou escondido debaixo da cama da dona.

RJ explosaoriojoselucenafut

“Ele estava debaixo da cama, sem água e comida com tudo quebrado. Meu teto caiu, achei que ele já estava morto”, disse Nicole aliviada por ter encontrado o cachorro mesmo com o cenário de destruição. Após o fim da angústia, a moradora seguiu emocionada com o cachorro no colo. Além de cinco gatos e um cachorro, uma calopsita também foi resgatada com vida pelos bombeiros.

A partir desta terça-feira os moradores poderão entrar novamente para pegar outros pertences de uso imediato. O laudo da Defesa Civil mostrou que o prédio não corre risco de desabamento, mas ainda não há uma previsão de quando os moradores vão poder retornar para as suas casas.

RJ explosaoprediojoselucenafut01

A explosão

Vários apartamentos foram destruídos com a explosão que ocorreu no décimo andar. De acordo com uma perícia realizada ontem, uma tubulação de gás que estava desconectada teria provocado o incidente, danificando os 19 andares.

Ao menos quatro pessoas ficaram feridas, entre elas o dono do apartamento onde ocorreu a explosão. O alemão Markos Muller, de 51 anos, está internado no Hospital Miguel Couto, na Gávea. Seu estado de saúde é grave. Segundo a Secretaria Municipal do Rio, a vítima teve 50% do corpo queimado.

Fonte: Terra

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.