Tutores continuam a não levar animais para castração em São José dos Campos, SP

Tutores continuam a não levar animais para castração em São José dos Campos, SP
Apenas na última sexta-feira (28), o CZZ registrou 42% de faltas do total de animais cadastrados para cirurgia naquela data.(Divulgação/PMSJC/Charles de Moura)

Os tutores de cães e gatos continuam a deixar de levar seus animais no dia da cirurgia de castração, oferecida pelo Programa Meu Pet Feliz, da Prefeitura de São José dos Campos. Apenas na última sexta-feira (28) houve registro de 42% de abstenção, quando foram convocados 120 pessoas.

Na última sexta, a administração realizou 69 procedimentos cirúrgicos no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses). Até o momento, mais de 330 animais foram atendidos pelo programa.

Além da castração, o programa realiza a identificação destes animais, utilizando a microchipagem, com vistas a minimizar abandonos, maus tratos, furtos, entre outros.

Um mês de lançamento

Até setembro, quando o programa completou um mês de lançamento, o CCZ já registrava alto número de faltosos. Naquele período, o Meu Pet Feliz tinha 1.500 animais cadastrados para a primeira fase do serviço. Do total, 440 animais foram agendados, porém apenas 260 compareceram na data da cirurgia.

Além disso, o programa não havia tido adesão por parte de empresas credenciadas para realizar as castrações. Na ocasião, somente três equipes haviam se credenciado para oferecer o serviço na cidade.

Na época, a médica veterinária Talita Maia explicou que a baixa adesão por parte dos profissionais pode ser causada pela remuneração defasada paga pela Prefeitura.

Por Fefferson Santos

Fonte: Meon

Tutores de animais marcam castração e não comparecem à cirurgia em São José dos Campos, SP; já passa de 180 o número de faltas

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.