Tutores de animais marcam castração e não comparecem à cirurgia em São José dos Campos, SP; já passa de 180 o número de faltas

Tutores de animais marcam castração e não comparecem à cirurgia em São José dos Campos, SP; já passa de 180 o número de faltas

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de São José dos Campos passa por dificuldades para realizar castrações de cães e gatos pelo Programa ‘Meu Pet Feliz’. O serviço, inaugurado há um mês, já tem cadastrados 1500 animais para a primeira fase do programa. Do total, 440 animais já foram agendados, porém apenas 260 (211 cães e 49 gatos) compareceram na data da cirurgia.

O número de faltas (180 animais) representa 40% dos agendamentos, que segundo a coordenadora do programa de bem-estar animal, Maria José Zarur, infelizmente não poderão mais ser agendados num prazo de 120 dias.

“Em alguns casos, temos que ligar no telefone do tutor mais de três vez e ainda assim, não conseguimos o contato. Infelizmente, quando há o registro de falta não conseguimos substituir a vaga para outro animal, pois o animal (cão ou gato) precisa estar de jejum de 12h para o pré-operatório, o que gera um atraso nos agendamentos”, explica Maria José Zarur.

A meta do CCZ a ser atingida é de até 5 mil procedimentos em um ano. Ainda de acordo com Maria José Zarur, falta conscientização aos tutores para a importância dos procedimentos. “Eu entendo que está faltando conscientização por parte das pessoas, o que nos move a trabalhar ainda mais no agendamento, com mais explicações e orientações sobre todo o processo até a realização da cirurgia”, afirma.

De acordo com a coordenadora, quando é realizado o agendamento para castração a equipe do Centro de Controle de Zoonoses envia um e-mail para o tutor com data, horário, local, recomendações para a cirurgia e orientações de pós-operatório. Dias antes da cirurgia, o tutor do animal recebe uma ligação para confirmação do procedimento.

O programa ‘Meu Pet Feliz’ não oferece atendimento veterinário, apenas vacinação contra raiva, castração e microchipagem. Para ser beneficiado com os serviços é preciso se cadastrar via site da prefeitura, porém não há data prevista para nova fase de cadastro, a expectativa, segundo a coordenadora do programa é ainda para o mês de outubro.

“Enquanto nós não conseguirmos atender toda a demanda das inscrições não podemos abrir novas vagas. A média de atendimento mensal é de 290 cães e gatos no centro cirúrgico, e 125 em clínicas cadastradas por mês”, afirma.

Fonte: Meon

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.