Foto: Nova News

Tutores mudam de casa, mas abandonam cão amarrado e sem comida

Uma família, ainda não identificada, se mudou de casa e abandonou uma cachorrinha na antiga residência. O animal estava amarrado, sem comida e sem água. O fato aconteceu na cidade de Nova Andradina, município distante aproximadamente 300 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o Nova News, funcionários de um posto de saúde localizado na Rua Santa Catarina, região do Centro Educacional, resgataram uma cachorra que foi abandonada. Uma mulher disse que a equipe percebeu que o animal estava em situação de abandono e começou a tratar da cadela.

Os funcionários do posto de saúde recolheram a cachorrinha e a apelidaram de ‘Belinha’

“Pensamos em leva-la ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), mas em contato com eles recebemos a orientação de que seria melhor se conseguíssemos uma família para adotá-la. Os responsáveis pelo CCZ explicaram que como lá são recolhidos vários animais doentes e a ‘Belinha’ está saudável, seria mais indicada à adoção do que o recolhimento”, disse uma voluntária.

“Precisamos de alguém que se disponha a adotá-la, porque aqui no posto de saúde não é o local adequado pela ela, mas também não podemos simplesmente soltar a ‘Belinha’ na rua e deixa-la abandonada à própria sorte”, explicou uma das pessoas responsáveis pela cachorra no momento.

Ainda de acordo com o site local, nos fins de semana, os funcionários se revezam para dar água e comida para a cachorra, que, por sinal, agora, está muito bem cuidada, mas precisa de uma família. Pessoas interessadas em adotá-la devem entrar em contato pelo celular / Whatsapp (67) 9 9947-9673, falar com a Neide.

Abandono e maus-tratos

A Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605/1998) e o Decreto Federal nº 6.514/2008, protege os animais com relação aos maus-tratos. A penalidade criminal é de três meses a um ano de detenção e o infrator que comete qualquer tipo de maus-tratos contra animais será multado administrativamente em R$ 500,00 a R$ 3.000,00 por animal.

Segundo a Polícia Militar Ambiental, com relação aos maus-tratos, no ano de 2018, foram 21 pessoas autuadas. Os valores de multas foram de R$ 485.000,00. Entre as formas de maus-tratos estão omissão de água, comida e cuidados veterinários, agressões e abandono.

Na região de Nova Andradina, denúncias de maus-tratos contra animais devem ser denunciadas à PMA de Batayporã pelo telefone (67) 3443-1095.

Por Anna Gomes

Fonte: Top Mídia News

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.