Uberlândia (MG) ganha o segundo crematório de animais de MG

Uberlândia (MG) ganha o segundo crematório de animais de MG

Por Daniela Nogueira

Há duas semanas, os uberlandenses têm a opção de cremar os bichos de estimação na cidade. Foi inaugurado o crematório de animais Anjos de Patas, que oferece os serviços de busca, despedida (velório), cremação, urnas e até um cinerário, onde são alugados espaços para as urnas com as cinzas dos animais e que pode ser visitado pelos tutores para levar fotos e flores para os animais.

O Anjos de Patas é o segundo crematório de Minas Gerais e recebe qualquer tipo de animal até 100 kg. Antes, os donos que queriam cremar os bichos de estimação precisavam ir até Goiânia (GO), Campinas (SP), Brasília (DF) ou em Itabirito, na região metropolitana de Belo Horizonte, que eram os locais mais próximos de Uberlândia que têm o serviço. “É uma forma de respeito e de dar uma destinação correta ao animal que morreu. Também é uma forma de conforto para o dono, que pode guardar as cinzas. Antes, tinha de andar longe para fazer esse processo, por isso, começamos esse negócio. Em duas semanas, já fizemos seis cremações e recebemos ligações de clínicas e pessoas até de outras cidades da região perguntando sobre os serviços”, afirmou a veterinária e sócia do crematório Fernanda Mura.

MG uberlandia crematorio-animais-uberland

A aposentada Maria das Mercês de Barreto da Rocha ainda está abalada com a falta do cachorro de mais de 12 anos, que faleceu no último dia 8 e foi cremado no dia seguinte, mas gostou de ter um lugar em Uberlândia para o processo de cremação do animal. “Gostei muito. É um jeito de dar um destino correto e decente a ele. Fiquei com as cinzas e aluguei um espaço lá no Anjos de Patas mesmo para guardar a urna. Achei melhor assim”, disse Maria das Mercês.

Planos

Quem também deseja cremar o animal de estimação em Uberlândia terá de desembolsar pelo menos R$ 200. O crematório Anjos de Patas possui dois planos e parcela o valor dos serviços. “Os preços dependem do peso do animal, quais serviços serão feitos e se o dono quer que o animal seja cremado individualmente ou com outro”, disse o veterinário e sócio da empresa, Eduardo Araújo.

Fonte: Correio de Uberlândia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.