Último mutirão de castração e chipagem do ano será neste fim de semana em Araranguá, SC

Último mutirão de castração e chipagem do ano será neste fim de semana em Araranguá, SC
Fotos: Reprodução

Em iniciativa da Associação Bom Pra Bicho e Instituto Bicho Urbano, ONGs de proteção animal, com a parceria com a Prefeitura de Araranguá, por meio da Secretaria de Saúde, e Fundação Ambiental do Município de Araranguá (FAMA), este fim de semana marca o último mutirão de castração de cães e gatos no município. As inscrições ainda podem ser feitas nesta sexta-feira, dia 2, na Casa do Agricultor, em frente a Rodoviária. O valor social do procedimento cirúrgico é de R$ 100. As castrações ocorrem neste sábado e domingo, 3 e 4, e os animais também serão chipados.

A parceria entre Prefeitura e ONGs para os mutirões iniciou em novembro de 2015. Ao todo, 514 castrações foram realizadas. Destes, o Município ajudou a custear 90 castrações em apoio a cuidadores que possuem mais de dez animais em pátios de suas casas e devidamente cadastrados no Programa Municipal Saúde Bem Estar Animal. Já a Bom Pra Bicho, conveniada com a Prefeitura, custeou 111 procedimentos. O restante foram pagos pelos tutores dos animais.

A presidente da Associação Bom Pra Bicho, Maria Helena Périco da Silva, mais conhecida coimo Lena, destaca os trabalhos realizados pela entidade e apoio recebido pelo Poder Público. “Araranguá deu um enorme passo em políticas públicas para o bem estar animal com a criação da Lei Municipal nº 3.309/14. A parceria com o Município nestes mutirões foi essencial para que pudéssemos conscientizar a população sobre a importância da castração, assim como o não abandono e maus tratos aos animais”, declara Lena ao destacar ainda a participação de voluntários e atuação da FAMA nos eventos de castração.

sc_ararangua_ultimo_mutirao_castracao_chipagem_2

Lena reafirma ainda a excelência dos trabalhos realizados nos mutirões. “O trabalho em conjunto com o Instituto SOS Bicho Urbano resulta em compromisso com a sociedade. Os mutirões contam com o amparo do Conselho Regional de Medicina Veterinária, os procedimentos são feitos por profissionais altamente capacitados e com equipamentos avançados para este tipo de procedimento”, declara a presidente que lembra ainda o valor social das castrações. Ao longo dos mutirões foram cobrados entre R$ 80 e R$100, muito abaixo do custo em clínicas veterinárias particulares.

O prefeito Sandro Maciel destacou que a iniciativa já tem reflexos positivos no município. “Com estes mutirões, mais de 500 animais foram castrados. Isto significa que estamos prevenindo a proliferação de animais que poderiam estar nas ruas. É importante o bom senso da população em não abandonar os animais e também o trabalho do Poder Público em tomar medidas protetivas. Além da castração, estamos entrando no segundo mutirão de chipagem, ação inédita em nossa região que ajuda a identificar a população canina e felina e em casos de abandono, roubo ou acidentes localizando os donos ou cuidadores”, destaca o prefeito.

Término de mandato

A presidente da Associação Bom Pra Bicho, Lena Périco, declara que a entidade está em processo de reformulação da diretoria. O mandato da presidente finda neste mês. “Estamos entregando a Associação para a próxima direção com as contas em dia e muitas realizações. Nossa gestão vai ficar marcada pela otimização dos trabalhos e no intenso auxílio aos trabalhos de emergência, como atropelamentos, além dos maus tratos e esta importante ação que foi o mutirão de castração”, comenta Lena que ficou na presidência da Bom Pra Bicho durante um ano, mas que já atuava no grupo gestor da entidade havia três anos.

Por Eduardo Souza 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.