Uma câmera oculta documenta a violência animal em uma fazenda de laticínios na Inglaterra

Uma câmera oculta documenta a violência animal em uma fazenda de laticínios na Inglaterra
Foto; Igualdad Animal.

A organização internacional Igualdad Animal tornou públicas as imagens onde um funcionário da fazenda de laticínios Pyrland, em Somerset, na Inglaterra, dá chutes e socos em vacas e bezerros recém-nascidos.

As imagens foram obtidas com uma câmera oculta como resultado de uma investigação que a organização animalista realizou em dezembro nessa fazenda, cujos produtos são utilizados pelas cadeias alimentícias mais importantes da Inglaterra, como Tesco, Sainsbury’s, M&S e Coop.

Na gravação, pode-se observar como um funcionário maltrata os animais com chutes e socos e como ele esmaga uma vaca contra as grades do recinto.

“É um dos casos de abuso para contra os animais mais cruéis que já foram documentados na Inglaterra”, assegura Toni Shephard, diretora da Igualdad Animal na Inglaterra, em um comunicado.

“A violência contra os animais é algo sistemático nessa indústria. É uma realidade muito diferente daquela refletida na publicidade da indústria da carne com seus animais felizes em campos verdes”, sinalizou por sua vez Javier Moreno, diretor internacional da organização.

A Igualdad Animal entregou as imagens à ONG inglesa RSPCA (Sociedade Real pela Prevenção da Crueldade contra Animais), que iniciou uma investigação. Igualdad Animal garante, além disso, que o dono da fazenda reconheceu que a gravação pertence a sua empresa e justificou que se trata de um caso isolado de um “funcionário agressivo”.

“Estamos horrorizados pelo comportamento do jovem aprendiz, que foi demitido”, declarou o proprietário à BBC.

Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Primera Edición

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.