Uma gambá muito famosa

Uma gambá muito famosa

Tempos atrás postaram em uma página que sigo no facebook um vídeo de uma gambazinha comendo maçã. Impossível olhar e não se apaixonar!

Por Erika Gonçalves 

Fui ver de onde era a postagem e descobri a Mia Grey, uma fêmea da mesma espécie desses gambás que circulam por nossos quintais. Com seu focinho rosa ela conquista seguidores nas redes sociais.

Mia foi resgatada ainda filhote por uma estudante de veterinária depois que a mãe e os irmãos foram mortos. A ideia era cuidar dela até que pudesse ser reinserida na natureza, mas como acontece com alguns animais que precisam de cuidados humanos, a gambazinha agora não consegue mais se adaptar a viver sozinha.

Com isso ela passou a conviver com sua família humana e também seus irmãos – um gato, uma cachorrinha e agora, hamsters. Ao contrário do que muitos pensam, essa espécie – gambá-de- orelha-branca ou Didelphis Albiventris – não tem nada a ver com aqueles gambás que vemos em desenho animado, que soltam um odor nada agradável. Mia é um marsupial, assim como os cangurus, ou seja, depois do nascimento dos filhotes, eles ficam durante algum tempo na bolsa – ou marsúpio – até estarem mais desenvolvidos.

A tutora da Mia faz questão de destacar que gambás não são animais de estimação e só devem conviver conosco em casos excepcionais, em geral quando resgatados de maus-tratos. Um dos objetivos de mostrar um pouco da rotina da Mia é para que as pessoas vejam que os gambás não são animais agressivos e não transmitem doenças. Por isso, ao encontrar um gambá no seu quintal, não é preciso ficar com medo. Aliás, sempre é bom lembrar que maltratar animais é crime.

Para quem ainda não conhece a Mia, segue um dos vídeos dela:

Fonte: Bonde

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.