Uma 'mãe' improvável cuida de um ovo de pata até o patinho eclodir em segurança

Uma ‘mãe’ improvável cuida de um ovo de pata até o patinho eclodir em segurança

Laurie Wolf estava em seu quintal um dia no começo de março, dando uma olhada em todas as casas de pássaros (também conhecidas como caixas de nidificação) que ela e sua família tinham colocado ao redor, e de repente notou uma mãe pata-carolino movendo um de seus ovos de uma caixa para outra.

“A caixa de onde ela tirou o ovo tinha sido ocupada por algo”, Wolf contou ao The Dodo.

Fazia sentido que a mãe tivesse tirado seu ovo e levado para outra caixa, mas Wolf não viu qual. Ela nem pensou muito nisso, apesar de ter a esperança de que o ovo estivesse em algum lugar em segurança. Todo o episódio saiu de sua mente até cerca de um mês depois, quando ela viu a cena mais estranha e adorável emergir de uma das caixas.

Wolf estava ciente que, um dia após ela ter visto a mãe pata mudar seu ovo, uma coruja tinha se mudado para uma de suas caixas, mas ela nunca pensou que a coruja e o ovo pudessem estar vivendo na mesma caixa, até que dois amigos improváveis colocaram suas cabeças para fora da caixa juntos.

“Eu vi algo felpudo desaparecer de um dos buracos desta caixa em particular cerca de quatro horas da tarde daquele dia, então eu pensei que tínhamos um bebê coruja e fiquei de olho pelas próximas duas horas, quando de repente a coruja e o patinho apareceram juntos no buraco”, Wolf disse.

De alguma forma, a coruja soube que o ovo solitário precisava de ajuda, então ela cuidou dele e finalmente o ajudou a eclodir, fazendo companhia para o patinho até que o pequeno garoto pudesse encontrar seu caminho de volta para sua família.

Fotos: Laurie Wolf

Os dois pareciam incrivelmente confortável juntos enquanto se aconchegavam no buraco da caixa, e era certamente uma visão única.

Filhotes de pato usualmente deixam seus ninhos 24 horas após terem eclodido, depois de ouvir seus pais chamando por eles. Wolf observou pelos próximos 30 minutos enquanto o patinho e a coruja apareciam e sumiu juntos, o patinho chilreando o tempo todo, até que finalmente seus pais preocupados o escutaram.

“Nós presumimos que ele escutou seus pais, porque de repente ele pulou da caixa e correu até a cerca entre nosso quintal e do vizinho, onde há uma lagoa e nós vimos os patos adultos”, Wolf disse.

O patinho e a coruja se separaram nessa hora, conforme o pequeno corria para reencontrar sua família, depois de uma estranha bondosa o manter seguro e aquecido pelo tempo necessário.

Por Caitlin Jill Anders / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: The Dodo

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.