Universidade repudia castração irregular e expulsa estudantes de medicina veterinária

Universidade repudia castração irregular e expulsa estudantes de medicina veterinária
Foto: Divulgação - Polícia Ambiental

Através de nota enviada ao jornalismo do Grupo Folha Regional – (Jornal TV e Site) pela Assessoria de Imprensa, a Unoeste repudiou a castração irregular de um cãozinho que foi notícia nos principais meios de comunicação, redes sociais e demais veículos nesta terça-feira (15), que teria sido praticada por estudantes da conceituada universidade.

Também foi comunicada a expulsão dos envolvidos neste caso.

A universidade destacou ainda que desde que foi informada sobre o ocorrido, atua junto as autoridades através de seus departamentos jurídico e de segurança no acompanhamento do caso.

CONFIRA ABAIXO A NOTA NA ÍNTEGRA

Nota oficial – Caso castração irregular

Lamentamos profundamente a atitude dos envolvidos na castração irregular e maus-tratos de um cão, fato esse ocorrido fora do ambiente da universidade. Desde o momento que a universidade foi informada sobre o caso, na noite desta segunda-feira (14 de junho), gestores da instituição, juntamente com os departamentos jurídico e de segurança, estão em contato com as autoridades policiais acompanhando o caso, assim como se colocou à disposição para acolher e dar todo o suporte ao tratamento necessário ao animal.

Há mais de 30 anos, quando iniciamos a Faculdade de Ciências Agrárias, intensificamos a luta pela causa de proteção aos animais de companhia, produção ou silvestres. Este acontecimento recente, que felizmente foi descoberto a tempo de salvar as vidas ali em risco, não condiz com a missão, visão e valores institucionais.

Temos a maior estrutura do oeste paulista no atendimento aos animais, que é referência no país e presta diferentes serviços para toda a região de Presidente Prudente, inclusive mantém parcerias com entidades de proteção aos animais. Todo início de semestre realizamos o nosso tradicional trote do bem com a doação de toneladas de ração para ONGs da região. São muitas atividades voltadas ao bem-estar animal e, sem dúvidas, esse fato deixou toda a comunidade interna e externa estarrecida.

Por isso, comunicamos a expulsão dos envolvidos, já que tal acontecimento não condiz com os nossos princípios institucionais. Desejamos profundamente que fatos como este não se repitam em qualquer lugar do planeta, e reforçamos aqui o nosso compromisso de lutar para que os animais recebam todo cuidado e carinho que merecem.

Assessoria de Imprensa Unoeste

Aline Blasechi – Mtb: 40.055 / Gabriela Oliveira – Mtb: 74.037 / Mariana Tavares – Mtb: 59.807 / Homéro Ferreira – Mtb: 29.054 / João Paulo Barbosa – Mtb: 74.030

Fonte: Ifolha Regional

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.