Urso ataca treinador durante espetáculo de circo na China e tem dentes serrados

Urso ataca treinador durante espetáculo de circo na China e tem dentes serrados
Urso de 200kg ataca treinador em circo chinês. Foto: Reprodução

O público de um circo em Puyang, na província de Henan, na China, assistiu ao vivo ao assustador ataque de um urso de 200 quilos ao próprio treinador durante um espetáculo. Segundo informações da mídia chinesa, o animal teria se irritado quando o homem o impediu de comer petiscos lançados pela plateia.

O caso ocorreu na última sexta-feira, e a cena foi registrada em vídeo. Nas imagens é possível ver o animal sobre o homem, que apenas tenta se desvencilhar, enquanto outro funcionário do circo tenta socorrê-lo usando um objeto para bater no urso. Eles rolam pelo picadeiro, que é limitado por uma grade.

Ainda segundo o Daily Mail, o treinador sobreviveu ao ataque sem ferimentos graves, e o urso teve os dentes serrados para evitar que machuque outras pessoas.

O animal em questão é um exemplar de urso-negro-asiático, de porte médio e garras afiadas. A espécie está ameaçada de extinção, de acordo com entidades chinesas de proteção da vida selvagem. O caso chamou atenção das organizações que lutam para proibir a exploração de animais em espetáculos circenses.

— Tratam-se de animais vivos, que respiram, não são acessórios, e estão em condições tão estressantes, que podem facilmente se tornar uma questão de segurança pública também — disse ao Daily Mail Wendy Higgins, diretora de mídia internacional da Humane Society International.

O circo onde ocorreu o ataque foi fechado pelas autoridades chinesas, que estão investigando o caso.

Fonte: Extra


Nota do Olhar Animal: O adestramento de animais nos circos é extremamente cruel e, como indica a matéria, comumente os animais são mutilados para que não firam seus treinadores ou o público. E ser possível ao público lançar petiscos para o urso (possivelmente faminto) dentro do picadeiro evidencia a precariedade da estrutura do circo. Ativistas chineses tentam a proibição do uso de animais em espetáculos circenses.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.