Urso polar fica deitado imóvel no calor de 32 graus de Nova York

Urso polar fica deitado imóvel no calor de 32 graus de Nova York

Por Sarah V Schweig / Tradução de Talita Oliveira

Tundra, o único urso polar em Nova York, EUA, deitava sozinho sobre seu fosso de concreto no último dia 6 no Bronx Zoo, enquanto a temperatura chegava em torno de 32 graus Celsius.

Uma multidão se formava em frente à grade do recinto ao céu aberto de Tundra. A princípio, muitos sequer conseguiram ver o urso imóvel, misturado ao cimento claro. Quando o reconheceram, disseram “Olhem, ele está logo ali”.

Tundra, de 25 anos, não estava se mexendo. Deitado ao sol, ele somente se movia algumas vezes, erguendo a pata para pegar sua bola que ele deixou por perto.

O sol ardia intensivamente e com um pouco de vento, o ar ficou denso e seco. Os visitantes assistiram por alguns momentos antes de partirem.

EUA NovaYork urso polar imovel zoologico calor 32 graus2

Ao final do dia, Tundra foi visto andando para lá e para cá em uma faixa de sombra.

Nos últimos anos, iniciou-seum debate sobre se é certo manter animais em zoológicos. E nessa semana (do dia 6), a morte de um urso polar chamado Arturo, conhecido como um dos animais mais tristes do mundo, desencadeou uma conversa sobre se era antiético mantê-lo no zoológico na Argentina, onde as temperaturas podem alcançar em torno dos 37 graus.

Arturo vivia em condições que o “levaram à loucura”, parcialmente devido ao clima árido no Zoológico de Mendoza ser diferente do habitat natural de um urso polar.

EUA NovaYork urso polar imovel zoologico calor 32 graus3

“Já vi ursos polares na natureza e já visitei zoológicos a minha vida inteira” contou Barry MacKay, associado sênior do programaBorn Free USA, ao The Dodo, pouco depois da morte de Arturo. Mackay foi membro do movimento em 2014 que tentou que realocassem Arturo a algum zoológico no Canadá, onde o clima seria mais apropriado para ele.

“Eu tento bastante não ser dogmático, não condenar ou perdoar de nenhuma maneira. Há muitas espécies de animais que, com cuidado adequado, conseguem ser alocados nos zoológicos longe de suas diversidades naturais”, continua MacKay. “Porém, em relação aos animais de grande porte,temos a questão se é possível ou não oferecer um ambiente adequado para eles. O urso polar se enquadra neste grupo.”

MacKay observa que os ursos polares evoluíram para viver em um determinado tipo de vida. “Cada parte do corpo de um urso polar é projetada para a neve, para o gelo, para atividades predatórias e para perambular por grandes distâncias”, conclui.

EUA NovaYork urso polar imovel zoologico calor 32 graus4

Nessa mesma quarta-feira, já fora do recinto de Tundra, um garoto que olhava o urso por alguns instantes, comentou com seu amigo. “Me sinto mal por ele. Eu mesmo estou morrendo de calor”.

O Zoológico do Bronx não respondeu imediatamente ao pedido de comentários do The Dodo.

Fonte: The Dodo

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.