Urso polar morre em zoológico ao engolir bola de borracha intrusa

Urso polar morre em zoológico ao engolir bola de borracha intrusa
Um urso polar morreu em zoológico russo após ingerir uma bola de borracha. Reprodução/Yekaterinburgskiy Zoopark

O urso polar acima consumia a primeira refeição do dia no Zoológico de Ecaterimburgo, na Rússia, quando desabou sobre o chão. Imediatamente, o cuidador do bicho acionou a equipe de veterinários do local. Mas, não havia nada a fazer: Umka, como era chamado, estava morto.

De acordo com o tabloide Daily Mail, a autópsia realizada no urso constatou que a morte do animal ocorreu após ele engolir uma pequena bola de borracha.

Os funcionários do zoológico estão arrasados com a perda. Eles acreditam que o brinquedo tenha sido jogado ao animal por um visitante do zoológico.

Além do mal estar entre a equipe, Umka deixou para trás a amiga de recinto, Aina. Segundo os cuidadores, a ursa polar também tem sofrido muito com a ausência do companheiro.

Funcionários do zoológico estão arrasados com a morte de Umka. – Reprodução/Yekaterinburgskiy Zoopark

“Aina está muito triste agora”, disse Yekaterina Uvarova, colaboradora do zoológico. “Umka e ela compartilhavam o mesmo recinto e passavam muito tempo juntos.”

A administração do local não pleneja encontrar o responsável pela tragédia. No entanto, pretende redobrar a atenção sobre Aina, a fim de evitar um novo incidente.

A história de um urso polar

Umka teve a mãe assassinada por caçadores quando ainda era filhote. Ao ficar órfão, foi atacado por cães na região de Chukotka, no extremo oriente russo, enquanto procurava comida.

Apesar do susto, acabou salvo por moradores e encaminhado ao Zoológico de Ecaterimburgo, onde viveu de 1998 até a última segunda-feira (19).

“Infelizmente, nem todos sabem como expressar amor de maneira adequada”, declarou o porta-voz do estabelecimento. “Apesar dos inúmeros sinais de alerta, alguns visitantes jogam ‘guloseimas’ e objetos estranhos aos animais, sem pensar nas possíveis e tristes consequências.”

Por David Plassa

Fonte: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.