Ursos pardos norte-americanos permanecerão protegidos de caçadores de troféus, concorda tribunal de apelação

Ursos pardos norte-americanos permanecerão protegidos de caçadores de troféus, concorda tribunal de apelação

O Tribunal de Apelação do Circuito Norte emitiu um parecer unânime no início do  mês em defesa de uma lei do tribunal de 2018, a qual afirma que os ursos pardos norte-americanos, também conhecidos como ursos cinzentos, permanecerão sob a Lei das Espécies Ameaçadas de Extinção e, portanto, protegidos de caçadas que teriam ocorrido nos estados de Wyoming, Idaho e Montana.

Em junho de 2017, o Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos, sob a administração de Trump, retirou as proteções federais dos ursos pardos da área de Greater Yellowstone e entregou a autoridade de gerenciamento para Idaho, Montana e Wyoming, estados vizinhos de Yellowstone.

Tanto Wyoming quanto Idaho anunciaram rapidamente planos para permitir que caçadores matassem até duas dúzias de ursos pardos. Uma ordem de restrição temporária dos defensores da vida selvagem argumentou que o Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA tinha essencialmente rejeitado a ciência, o impacto nas fontes de alimento dos ursos e a necessidade de populações em maior número para impulsionar a saúde genética em longo prazo.

O advogado da organização Western Environmental Law Center, Matthew Bishop, aplaudiu a decisão.

“Os ursos pardos norte-americanos precisam de proteção contínua sob a lei federal até que a espécie como um todo seja legitimamente recuperada.” O melhor da ciência disponível diz não só que os ursos pardos ainda se recuperam, mas que também ainda precisam de nossa ajuda para se recuperarem de uma ameaça de extinção que os humanos causaram em primeiro lugar”, declarou Bishop em um comunicado.

“Deturpar fatos para promover a matança de ursos pardos ameaçados de extinção por diversão é vergonhoso”.

Sarah McMillan, diretora de conservação da organização WildEarth Guardians, também aplaudiu o triunfo da ciência sobre a política.

“Os ursos pardos são uma espécie emblemática, cuja própria existência está entrelaçada ao conceito de proteção de espécies ameaçadas de extinção nos EUA. Esta decisão solidifica a crença de numerosos defensores da vida selvagem e tribos nativas de que a proteção desses ursos deve basear-se na ciência e na lei, não nos caprichos de grupos de interesses especiais, como os que desejam caçar esses animais grandiosos”.

Isso marca para mais uma vitória para os animais selvagens.

Por Cheryl Hanna / Tradução de Alda Lima

Fonte: Pet Rescue Report

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.