Ursos resgatados de maus-tratos na Rússia e nos Estados Unidos vivem com seres humanos

Ursos resgatados de maus-tratos na Rússia e nos Estados Unidos vivem com seres humanos

Muitos animais já sofreram maus-tratos em circos e zoológicos. No Brasil, é proibido apresentações circense ou similares que utilizem bichos domésticos ou silvestres. O Domingão do Faustão mostrou no programa deste domingo, 31/5, três ursos, dois na Rússia e um nos Estados Unidos, que foram resgatados pelas autoridades e, hoje, vivem com seres humanos em casa, após serem adotados.

Vídeo: Ursos resgatados vivem com seres humanos. 

O especialista Cristian Dimitrius explicou que é proibido e perigoso domesticar animais silvestres, principalmente ursos. O Brutus foi adotado pelo Casey, um especialista em animais selvagens, pois o urso vivia em um centro de reabilitação.

“Nenhuma autoridade aprova adotar um animal selvagem. Tirar da natureza e transformar em animal doméstico é uma prática condenável, principalmente ursos, que são animais potencialmente perigosos para seres humanos. O ideal é adotar cães e gatos, que são nossos parceiros de velha data. No caso do Brutus, ele foi adotado muito pequeno pelo Casey, que era um especialista em vida selvagem. Ele conheceu o Brutus num centro de reabilitação, onde ele trabalhava. Ele sabia exatamente o que fazer para treinar o animal, tinha um lugar próprio pra isso, e, hoje, ele transformou o Brutus em um embaixador para outros animais que vivem na região, porque ele acredita também que lugar de bicho selvagem, como o Brutus, é na natureza.”

Especialista Cristian Dimitrius participa do ‘Domingçao’ — Foto: Globo

Dimitrius reforçou que no nosso país é proibido usar animais em espetáculos: “Isso já vem mudando. No Brasil, temos uma lei rígida. Não se vê mais animais em circos. Nos Estados Unidos, também está mudando. Não é uma prática legal submeter os animais a maus-tratos, tirar eles da natureza para entretenimento humano. Temos outras formas de entretenimento e os animais merecem viver livres. Bonito mesmo é ver os animais na natureza.”

Para denunciar maus-tratos contra animais, basta ligar para a Polícia Militar por meio do telefone 190 ou para o Ibama, no número 0800 61 8080.

Fonte: Gshow


Nota do Olhar Animal: Ao contrário do que diz a matéria, a proibição do uso de animais em circos ocorre em alguns estados e cidades, mas não há legislação federal sobre o tema. Projetos de lei sobre o assunto tramitam há muito tempo no Congresso Nacional.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.