Vereadora faz campanha contra projeto sobre vaquejada do senador Otto Alencar

Vereadora faz campanha contra projeto sobre vaquejada do senador Otto Alencar
Vereadora faz campanha contra projeto sobre vaquejada de Otto Alencar (Fotos: Arquivo Bocão News)

A vereadora Ana Rita Tavares (PMB) tem distribuído mensagens no WhatsApp contra o projeto, que transforma a vaquejada e o rodeio em patrimônio cultural, cujo o relator é o senador baiano Otto Alencar (PSD).

A proposta deve ser votada nesta terça-feira (25) na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado. Na mensagem, a vereadora divulga o contato dos senadores que integram o colegiado e pede que os seus seguidores pressionem os parlamentares a votarem contra o projeto.

Ana Rita Tavares recomenda que os seguidores enviarem para os senadores a seguinte mensagem: “um ‘esporte’ onde um dos competidores [os animais] não escolheu participar, não é esporte. É tortura, é escravidão, crueldade e maus tratos! Tortura não é cultura”.

“Não podemos permitir que a alegação cultural se sobreponha ao interesse coletivo e comum pelo bem-estar dos animais. Práticas como rodeio, vaquejadas e suas respectivas atividades são intrinsecamente cruéis e devem ser banidas no país”, acrescenta.

Ainda na mensagem, a vereadora lembra que o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucional uma lei do Ceará que regulamentava a vaquejada no estado.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.