Vereadora protocola projeto de lei que garante cuidados a animais em Anápolis, GO

Vereadora protocola projeto de lei que garante cuidados a animais em Anápolis, GO

Na primeira semana de trabalho no Legislativo, a vice-presidente da Câmara Municipal, Thaís Souza (PSL) protocolou Projeto de Lei que garante cuidados a animais. A ideia é minimizar o abandono e a violência contra animais domésticos em Anápolis.

De acordo com a vereadora, garantir a responsabilidade do poder público em viabilizar a castração gratuita e também desenvolver programas de conscientização junto a comunidade anapolina, era um de seus compromissos de campanha.

A matéria inclui ainda a esterilização cirúrgica e campanhas de posse responsável. Caberá ao poder público acompanhar os casos específicos, e se necessário, a eutanásia. Para a vice-presidente da Câmara, essas ações fazem parte de um trabalho intenso de saúde pública e envolve as secretarias municipais de Meio Ambiente e Saúde.

Na justificativa da proposta, Thaís Souza ressaltou ainda o grande número de animais abandonados e a inércia do poder público, até então, em resolver a situação.

“O atendimento deste programa, além de melhorar a qualidade de vida dos animais abandonados, vai prevenir a proliferação de doenças, tratando a questão como prioridade de saúde pública”, detalhou a vereadora do PSL.

O Projeto de Lei inova e determina ainda a criação de espaços onde os animais podem ficar com dignidade. Esses locais estarão sempre abertos à visitação pública, os bichos deverão ser separados conforme critérios de idade e temperamento e disponíveis para adoção.

A expectativa de Thaís Souza é que o projeto seja lido no plenário logo após o final do recesso parlamentar. Assim que analisado pelas comissões permanentes da Casa, a matéria fica disponível para votação dos vereadores e, em seguida, segue para avaliação do Executivo. As sessões ordinárias da Câmara Municipal retornam no dia 6 de fevereiro.

Por Fernanda Morais 

Fonte: Câmara Municipal de Anápolis 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.