Vereadora quer proibição de animais em experiências em Uberaba, MG

Sempre engajada nas questões relacionadas à defesa dos animais, a vereadora Denise Max (PR) enviou requerimento ao prefeito Paulo Piau solicitando a proibição de vivissecção (prática de dissecar animais para fazer experiências com o propósito de realizar estudos de natureza anatomofisiológica), haja vista que a utilização dos mesmos em tais experimentos é realizada em aulas de práticas cirúrgicas, provocando aos animais sofrimento físico ou psicológico.

Ainda de acordo com a vereadora, no município de Uberaba infelizmente os cães ainda são utilizados em aulas práticas de cirurgias na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) e que esses animais doentes são recolhidos ou deixados no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses). Denise Max lamenta pelos cães pit bull, que são anestesiados e transportados do CCZ até o laboratório e, em seguida, eutanasiados, pois não podem ser doados devido à Lei Estadual nº 16.301, de 7 de agosto de 2006. A vereadora argumenta que, em consonância com a política de defesa aos direitos dos animais, cabe ao município impedir esses procedimentos de experimentos com cães vivos.

Fonte: JM Online

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.