Veterinária é demitida depois de matar gato com arco e flecha e se gabar na internet

Veterinária é demitida depois de matar gato com arco e flecha e se gabar na internet

Uma veterinária do Texas foi demitida da clínica onde trabalhava depois de mostrar, toda orgulhosa, que tinha matado um gato com arco e flecha. Em sua página do Facebook, Kristen Lindsey compartilhou uma foto do animal com a flecha na cabeça. Como se a imagem não fosse suficiente, ela ainda escreveu na legenda: “Primeira vez que mato com uma flecha. O único gato bom é aquele com uma flecha na cabeça. Prêmio de veterinária do ano… aceito de bom grado”.

EUA texas kristen lindsey gato morto12

Mas parece que as pessoas não levaram tão na esportiva a situação. O xerife Jack Brandes, do condado de Austin, classificou como “nojenta” a imagem divulgada por Kristen, de acordo com o “New York Daily News”. Ele enviou dois oficiais à casa da veterinária para investigar se o ato cruel aconteceu. Matar um gato intencionalmente é contra a lei.

“Isso não é aceitável em nossa sociedade. Não gosto disso e espero não ter que lidar com uma situação como esta de novo”, Brandes disse.

Kristen perdeu o emprego na Washington Animal Clinic, que publicou um comunicado de repúdio em sua página na internet: “Caros amigos, clientes e outras pessoas interessadas, nós soubemos da conduta que é discutida no Facebook. Estamos absolutamente chocados, tristes e revoltados. A senhora Lindsey não faz mais parte do nosso quadro de funcionários. Nós não permitimos tal conduta e a condenamos da maneira mais forte possível. Por favor, saibam que, quando informados sobre isso, respondemos rapidamente e de forma adequada e, por favor, não achem que essa terrível conduta é a da Washington Animal Clinic ou de qualquer de seus funcionários”. O nome da veterinária foi retirado da placa da clínica, que recebeu mais de 500 ligações de clientes furiosos com a atitude da veterinária, segundo a “KBTX”.

EUA texas clinica repudia veterinaria

Uma página no Facebook foi criada, “Polícia do Texas acuse Kristen Lindsey por crueldade contra animais”, para comentar as novidades do caso.

Kristen conseguiu sua licença de veterinária em 2012 e não tinha nenhuma reclamação por sua conduta até então.

Acredita-se que o gato da foto seja Tiger, que estava desaparecido desde quarta-feira, de acordo com as informações da fan page “Justiça para Tiger”, que já tem mais de 12 mil curtidas. A organização Alley Cat Allies ofereceu uma recompensa de US$ 7,5 mil para quem oferecesse informações que levassem à prisão da pessoa que matou o animal.

Fonte: Extra

* Para ver a imagem original clique sobre a foto.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.