Veterinário constata caquexia e empresário é preso por maus-tratos contra cão em Ceilândia, DF

Veterinário constata caquexia e empresário é preso por maus-tratos contra cão em Ceilândia, DF
Foto: PCDF

A Delegacia do Meio Ambiente (Dema) prendeu, nessa quinta-feira (02), um empresário, do ramo de distribuição de gás, em flagrante pelo crime de maus-tratos a animais contra o cachorro de estimação, em Ceilândia.

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o animal estava muito debilitado, com várias feridas pelo corpo e um quadro de doença infecciosa.

Para realizar a prisão, a equipe levou um médico veterinário da Zoonose para realizar clinicamente o animais.

O especialista constatou os maus-tratos no cachorro, com “caquexia”, que consiste na perda de tecido gorduroso e com o músculo esquelético aparente, além de lesões na pele, na pata, orelha, língua e dermatite pelo corpo.

A autoridade policial deixou o cão sob responsabilidade da Zoonose até que ele seja destinado a um lar adotivo.

O autor permaneceu preso por se tratar de crime inafiançável na esfera policial, porém foi liberado na audiência de custódia.

Fonte: Jornal de Brasília