Veterinário municipal ajuda tutores de animais em Póvoa de Varzim, Portugal

Veterinário municipal ajuda tutores de animais em Póvoa de Varzim, Portugal
Clínica será destinada a munícipes sem recursos para adotar animais (Foto: Luís Costa)

Os custos com a saúde dos animais podem ser bastante elevados e não é justo que uma família que não tenha recursos financeiros, mas tenha vontade de adotar um cão ou um gato, não o possa fazer.” Aires Pereira, presidente da Câmara da Póvoa de Varzim, revelou que a autarquia aprovou, na última reunião do executivo, o projeto de construção de uma clínica veterinária municipal, em São Pedro de Rates.

“Esta clínica funcionará para aquelas pessoas que gostam de animais, sempre os quiseram ter e nunca tiveram essa oportunidade”, explicou o autarca. As novas instalações veterinárias serão construídas na mesma freguesia onde a associação A Cerca – Abrigo de Animais Abandonados desenvolve atividade. A instituição fica também isenta de efetuar o pagamento à Câmara das taxas referentes ao processo de licenciamento do seu edifício, no valor de cerca de oito mil euros.

No que diz respeito ao investimento no bem-estar dos animais naquele concelho, o executivo já anunciou também que o canil municipal vai sofrer melhorias. Será ampliado e as áreas para os cães vão ser maiores. O número de animais albergados vai também ser aumentado – mais 40 abrigos vão ser disponibilizados.

A Póvoa de Varzim foi o primeiro concelho do País a abolir a eutanásia no seu canil, através de um protocolo assinado com A Cerca, em maio do ano passado. Por ano, e em média, eram eutanasiados 80 animais no canil municipal por este não ter condições para albergar mais do que 50. Na altura, Aires Pereira anunciou que o município deixa de apoiar todas as touradas realizadas na Póvoa.

Por Manuel Jorge Bento 

Fonte: Correio da Manhã / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.