Veterinários do Paraná atendem mais de 1.000 animais resgatados no Rio Grande do Sul

Veterinários do Paraná atendem mais de 1.000 animais resgatados no Rio Grande do Sul

A Rede Estadual para Atendimento de Animais em Situação de Desastre (Remad) do Paraná informou que veterinários voluntários montaram um hospital de campanha para atender os animais em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Mais de mil animais foram resgatados das enchentes no estado gaúcho e, em cerca de uma semana, centenas de gatos e cachorros, além de cavalos e até uma cobra, foram atendidos pelos especialistas.

O trabalho em Canoas conta com apoio do Grupo de Resgate de Animais em Desastres (Grad) do Rio Grande do Sul, Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul (CRMV-RS), Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) do estado gaúcho, Ibama, ICMBio, além de ONGs de proteção animal e de voluntários. Além disso, há um hospital veterinário em Porto Alegre.

Segundo a Comissão de Gestão de Risco de Animais em Desastres do CRMV-PR, que coordenou a força-tarefa, a primeira equipe da Força Tarefa foi direcionada para Santa Cruz do Sul, depois para os abrigos instalados em Canoas. A segunda equipe já foi direcionada direto para Canoas, onde atualmente são mantidos cerca de 2.500 animais.

Mais de 10,8 mil animais de estimação e silvestres já foram resgatados das enchentes no Rio Grande do Sul, conforme boletim da Defesa Civil gaúcha. São 147 vítimas e ao menos 127 desaparecidos e outros 806 feridos. O número de pessoas fora de casa já ultrapassou as 600 mil.

Por Marinna Prota

Fonte: CBN

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.