Vídeo: Cães são resgatados de casa cheia de fezes; eles se alimentavam de outro animal

Vídeo: Cães são resgatados de casa cheia de fezes; eles se alimentavam de outro animal

O projeto Luta e União de Amigos para Animais em Risco, o Lunaar, resgatou 14 cães que estavam em situação de abandono em uma casa no Bairro Coxipó, em Cuiabá, MT. Foi logo após receberem denúncia, nesta terça-feira (28).


Segundo o voluntário Adriano Real, foram vizinhos que alertaram sobre as condições dos animais.

Os cães estavam estavam trancados na casa, sozinhos e sem comida e chegaram ao ponto de terem que se alimentar do corpo de outro cachorro que já estava em estado de decomposição. Os voluntários atestaram que já faltavam partes ao cadáver.

Segundo o relato de vizinhos, há uma mulher que vive no local, porém, não cuida deles. A situação do local chocou os voluntários que ao entrar na casa, encontraram fezes em todos os cômodas. “A impressão que dava era que os cães moravam sozinhos”, disse Adriano.

“É assustador, o odor de fezes, urina, carniça, sujeita. A mulher dorme nessa cama cheia de fezes”. Ele disse que nunca viu nada parecido em sua vida.

“Tenho 27 anos de polícia, já entrei em cenas de crime, de homicídio, de encontro de cadáver, já desenterrei corpo e eu nunca na minha vida tinha presenciado algo tão assustador”, disse Adriano, que é também investigador da Polícia Civil.

Após o resgate, os animais foram encaminhados para uma clínica veterinária e então, serão encaminhados para lares temporários até que consigam ser destinados à adoção responsável.

Caso tenha interesse em adotar um dos cães, ou ajudar o Lunaar pode entrar em contato pelo telefone (65) 98121-7312 ou pelo Instagram @projetolunaar  

Denuncie maus tratos aos animais à Delegacia do Meio Ambiente (65) 3623-7681 / Prefeitura de Cuiabá: 65-3645-6126/ 0800-646-7755 e Polícia Civil 197.

Por Karina Cabral e Danúbia Machado

Fonte: O Livre

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.