VÍDEO: casal de ursos se refresca com piscina e frutas congeladas no interior de SP

VÍDEO: casal de ursos se refresca com piscina e frutas congeladas no interior de SP
casal de ursos se refresca com piscina e frutas congeladas no interior de SP. — Foto: Rancho dos Gnomos/Divulgação

O casal de ursos-pardos Verrú e Mizar têm passado os dias de calor se refrescando em uma piscina e consumindo frutas congeladas e sorvetes. Os animais foram transferidos em 2019 de um zoológico no Ceará para um santuário de animais em Joanópolis no interior de SP.

Vídeo: Ursos toma banho em piscina e se refrescam com frutas congeladas em Santuário de animais.

A piscina do Santuário Ecológico de Joanópolis é um dos locais favoritos do casal de ursos-pardos Verrú e Mizar. A primavera começou com temperaturas acima da média e no local os cuidadores garantem as condições para que eles se mantenham fresquinhos.

A espécie prefere temperaturas amenas e os ursos vivem em um ambiente adequado para as necessidades deles, com gruta privativa e piscina.

O espaço em Joanópolis fica em um uma área de montanha, em meio à mata, com temperaturas mais amenas. As condições climáticas em que eles viviam no Ceará foram levadas em consideração para que a Justiça determinasse a transferências deles para o espaço no interior de São Paulo.

De acordo com Marcos Pompeu, idealizador do Rancho dos Gnomos, toda a estrutura da casa dos animais é pensada de modo que seja garantida a ventilação e temperaturas adequadas.

Nos últimos dias, com as temperaturas mais elevadas, os animais se refrescaram bastante na piscina, além de receber sorvete de frutas, alimentos congelados, banho de mangueira. A gruta deles também tem temperaturas amenas para o descanso.

Atualmente, o local abriga cerca de 40 animais, como onça pintada, onça parda, bovinos, cães, gatos, cabras, uma porquinha, além do casal de ursos.

Casal de ursos se refresca com piscina e frutas congeladas no interior de SP. — Foto: Rancho dos Gnomos/Divulgação

Trajetória
 
Os dois chegaram em agosto de 2019 ao santuário após uma intensa campanha que pedia a transferência deles, devido ao calor intenso em Canindé (CE).

A ativista Luisa Mell iniciou uma campanha em outubro de 2018 para construir o recinto em que os ursos estão. O santuário para onde Verrú e Mizar estão é o mesmo local onde a ursa Rowena, foi levada há quase um ano.

Ela, que morreu em julho por causa de complicações de um tumor, ficou conhecida como a ‘ursa mais triste do mundo’ durante a campanha de transferência por ser de uma espécie nativa de regiões com clima ameno e ter vivido no calor de mais de 40 graus no Piauí.

Casal de ursos se refresca com piscina e frutas congeladas no interior de SP. — Foto: Rancho dos Gnomos/Divulgação

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.