Vídeo chocante revela o aterrorizante abuso que elefantes de circo têm que enfrentar

Vídeo chocante revela o aterrorizante abuso que elefantes de circo têm que enfrentar

Por Aisling Cronin / Tradução de Carla Lorenzatti Venturini

Circos que utilizam animais normalmente se vendem como locais divertidos e seguros, que proporcionam às famílias um ótimo dia. Porém, a triste verdade é que a vida como artistas de circo para os animais envolvidos é tudo, menos divertida. O estresse de estarem confinados em uma pequena jaula causa diversos impactos à saúde física e mental de tigres, leões, macacos, elefantes e outros animais que são forçados a trabalhar como animadores. Eles exibem tipicamente muitos dos comportamentos estereotipados e consequentes do estresse, comuns entre animais de cativeiro – os quais podem incluir balançar-se de um lado para o outro, chacoalhar a cabeça, lambidas excessivas, automutilação e surtos imprevisíveis de agressão.

Além disso, os  métodos de treinamento de circos são absurdamente cruéis, frequentemente envolvendo o uso de chicotes, barras com ponta de ferro (bullhooks), e outros instrumentos dolorosos que são empregados com o intuito de quebrar o espírito dos animais e forçá-los a responder a qualquer comando de seus treinadores. Jejum forçado é outro método comum para ensinar animais de circo a terem medo e obedecerem.

Uma investigação da organização PETA – People for the Ethical Treatment of Animals (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais) em uma companhia circense chamada Carson & Barnes revelou quão horrorosos seus treinamentos realmente são. A empresa tem um longo histórico de negligência e abuso para com os animais. Em 2014, a Carson & Barnes forneceu ao Moolah Shrine Circus vários elefantes, que escaparam e correram livremente por quase uma hora. Após esse incidente, a empresa foi multada em US$ 16.000 pelo departamento de agricultura dos Estados Unidos. Enquanto isso, o treinador chefe de elefantes do circo, Tim Frisco, foi flagrado em um vídeo torturando os elefantes sob seus cuidados e instruindo outros a fazerem o mesmo.

Este ano, a Carson & Barnes foi contratada para aparecer no Circus World em Baraboo, Wiscousin. Habib Omar, um tratador conhecido por seu tratamento duro com os elefantes, está sendo empregado pela empresa e está pronto para apresentar elefantes no Circus World durante todo o verão. O vídeo chocante de dezoito segundos abaixo o mostra batendo brutalmente em um elefante que falhou em atender rápido o suficiente a um de seus comandos.

A PETA está agora divulgando uma petição online cujo objetivo é “pressionar para que o Circus World se atualize e pare com atitudes cruéis e arcaicas perante animais de uma vez por todas.” Você pode assinar a petição aqui.

Fonte: One Green Planet

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.