Vídeo de estudantes maltratando ovelhas gera críticas na Austrália

Vídeo de estudantes maltratando ovelhas gera críticas na Austrália

Escola tradicional está sendo investigada por crueldade contra animais.

AUSTRALIA ovelhas escola 176869

Uma das escolas mais prestigiadas e tradicionais da Austrália está sendo investigada por crueldade com os animais após o vazamento de um vídeo que mostra a equipe de rúgbi do colégio usando ovelhas em um “treinamento”.

A escola King’s School em Parramatta, subúrbio de Sydney, é famosa por sua qualidade técnica e seu programa de rúgbi, um dos primeiros e mais produtivos do país, com vários jogadores na seleção. E teria sido exatamente este programa o responsável por abusos.

O vídeo mostra alunos da equipe principal e reserva da escola em uma fazenda perseguindo carneiros, os imobilizando no chão e os arrastando para locais designados, onde são jogados de costas. O vídeo foi postado pelo professor e treinador James Hilgendorf em um grupo privado no Facebook e obtido pela rede de televisão ABC.

O treinamento ocorreu em meados de abril, no oeste do país. A prática foi condenada por grupos de fazendeiros e veterinários, mas defendido pelo diretor da escola, que afirmou que o exercício é parecido com o que já é feito com os animais para a tosa de lã.

“Animais inocentes estão sendo colocados em perigo, talvez feridos. Você tem jovens impressionáveis, sob a supervisão de um adulto supostamente responsável e ele ainda achou que podia postar isso”, disse à ABC Steve Coleman, diretor da Sociedade Real de Prevenção a Crueldade com Animais (RSPCA, na sigla em inglês)

“Está além de mim entender como alguém poderia justificar esse comportamento completamente desnecessário e irracional”, afirma ele.

Fazendeiros criadores de ovelhas também criticaram pesadamente a prática, que, afirmam, pode causar danos à longo prazo nos animais. A associação de fazendeiros de Nova Gales do Sul, onde ocorreu o treinamento, disse que a prática é “perigosa e burra”.

“É inaceitável na prática de criação. Você não pode tratar seu rebanho assim. Acho que a maioria dos criadores veria esse vídeo com horror, é angustiante para os animais. E eles serão mais difíceis de serem controlados no futuro, vão lembrar disso e ficar com medo”, disse o presidente da associação, Derek Schoen, ressaltando que os alunos também poderiam se machucar seriamente:

“Um carneiro adulto tem 100 kg e em geral é sedado para a tosa porque fica nervoso. É uma coisa muito burra e perigosa colocar crianças em idade escolar para fazer isso”

O diretor da escola não aceitou o pedido de entrevista, mas disse em nota que “a tarefa foi supervisionada” e que “nenhum menino ou animal foi ferido”, mas não mencionou as acusações de crueldade, que agora serão investigadas pela RSPCA.

Fonte: O Globo

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.