Vídeo de touro morto a pauladas por 20 pessoas gera indignação na Colômbia

Vídeo de touro morto a pauladas por 20 pessoas gera indignação na Colômbia

COLOMBIA espacamento boi

A morte brutal de um touro por 20 pessoas, que golpearam o animal, deram pauladas, facadas e pedradas durante as festas de uma cidade no norte da Colômbia gerou indignação no país e inclusive a reação do ministro do Meio Ambiente, Gabriel Vallejo.

Os fatos, gravados em um vídeo que se tornou viral na Colômbia, ocorreram no município de Turbaco, no departamento de Bolívar.

No vídeo, divulgado no YouTube, é possível ver como um grupo de pessoas persegue o animal, que é atingido com pedradas e paus até que cair, onde recebe chutes de 20 indivíduos, que chegam inclusive a pular em cima do touro.

“É um evento doloroso, tenho que defini-lo de barbárie total, onde pessoas com paus, pedras e facas mataram o touro”, comentou o ministro à emissora “Blu Rádio”.

A polêmica chegou a tal extremo que o governo emitirá nesta segunda-feira um comunicado para manifestar sua postura perante este assunto, indicou Vallejo, que acrescentou que, além disso, o Executivo poderia intervir “do ponto de vista da legislação”.

Além disso, as autoridades locais que permitiram este ato terão que dar satisfação, já que “têm que assumir, mais do que a responsabilidade, a segurança de que estes fatos não voltem a ocorrer”.

Após conhecer os fatos, diversos organismos, associações e autoridades locais reagiram anunciando investigações e pedindo responsabilidades.

A Promotoria da Colômbia já indicou que iniciará uma investigação que poderia acarretar consequências penais para o prefeito de Turbaco, Myron Martínez, e o organizador do evento, Julio Quintana.

Quintana, que também reagiu perante os meios de comunicação, se declarou “consternado” pelos fatos e pediu que sejam identificados os responsáveis individuais pelo assassinato do animal, tanto que Martínez qualificou o sucedido como normal.

“Nas festas sempre há feridos, sempre há animais golpeados, sempre há cavalos mortos, há diferentes tipos de incidentes que fazem parte da tradição e costume destas festas, das festas bravas”, disse Martínez a “Caracol Radio”.

A porta-voz na Colômbia da ONG AnimaNaturalis Internacional, Andrea Padilla, disse que o vídeo deve dar a volta ao mundo para criar consciência sobre a necessidade da cessação dos maus-tratos contra animais no país.

Segundo Padilla, o ocorrido em Turbaco “não tem nome e deve ser condenado por todos os colombianos e a comunidade internacional, porque isto é o horror da violência em sua máxima expressão com a anuência da autoridade local”.

Fonte: Yahoo Notícias 

Nota do Olhar Animal: Qualquer semelhança com a selvageria da farra-do-boi e das touradas NÃO é mera coincidência.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.