DF nucleobandeirante cachorroagressao49iq89avy7 thumb

Vídeo: Homem é flagrado torturando cachorro no Núcleo Bandeirante, DF

Em vídeo, homem joga água de forma violenta e espanca filhote de cachorro.

DF nucleobandeirante cachorroagressao49iq89avy7

Um morador do Núcleo Bandeirante (DF) registrou cenas chocantes. O funcionário de um depósito de materiais de construção foi flagrado maltratando um filhote de cachorro. As cenas mostram o homem dando banho no animal. Em vários momentos o bicho passa a ser mal tratado com a coleira e o jato de água da mangueira. Após enforcar o cachorro e sufocá-lo com a água, o homem dá socos no animal para tentar fazer com que ele fique parado enquanto é atingido pela água. Segundo o denunciante, esta não é a primeira vez que o homem machuca o animal.

— Ele [o funcionário] estava batendo nesse cachorro, ai eu peguei e perguntei o que estava acontecendo. Ele não era tutor [do cachorro], só trabalha lá [no depósito]. Uma pena, o cachorro é um filhotinho e ele desce a porrada. Quando comecei a filmar, já tinha uns cinco minutos que ele estava batendo no cachorro.

O morador chegou a entrar em contato com o dono do galpão, que está localizado na SPLM conjunto 5, do Núcleo Bandeirante, mas o agressor não se deixou intimidar pelo chefe e alegou que o cachorro gritava simplesmente por não estar acostumado com água.

— Quando eu liguei para a loja, o dono disse que conversou com o funcionário que prometeu não fazer mais isso. Mas ontem [quinta-feira] meu irmão falou que ele estava batendo de novo no cachorro e eu resolvi filmar. Mostrei o vídeo e ele só falou de tirar o cachorro de lá, mas nada foi feito ainda.

O denunciante não soube informar o nome do agressor, mas explicou que ele trabalha no depósito como caseiro.

Para a diretora administrativa da Pro-Anima (Associação Protetora dos Animais do Distrito Federal), Valéria Sokal, que já recebeu o vídeo produzido pelo militar, é preciso conseguir um lar com urgência para o filhote. Isso porque, segundo ela, mesmo que a polícia faça o resgate do animal, ele corre risco de perder a vida.

— Esse é o grande problema da polícia, se leva para a Zoonose, [o cachorro] acaba sendo morto. Só 20% dos animais que chegam lá são adotados, o resto acaba sendo sacrificado. É por isso que a polícia acaba evitando fazer esse tipo de resgate.

Assista ao vídeo:


Fonte: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.