Vídeo: Internauta provoca indignação ao gravar teiú sendo afogado

Vídeo: Internauta provoca indignação ao gravar teiú sendo afogado

Multa pode chegar a R$ 3 mil.

Dois vídeos de maus-tratos a um lagarto teiú e publicados no Facebook, nesta quinta-feira (1º), podem render multa de até R$ 3 mil e autuação pela PMA (Polícia Militar Ambiental). Em uma das gravações, o animal silvestre é amarrado pela cintura e mergulhado na água do rio diversas vezes. A ação revoltou internautas.

Uma leitora, que preferiu não se identificar, disse que as filmagens ocorreram em um balneário em Bodoquena, município a 260 quilômetros de Campo Grande/MS. “Ele vai passear em Bodoquena para filmar maus-tratos aos animais. O pior é que ele e crianças se divertem com o animal sofrendo”, relata.

Entre reações de risos, na rede social, um dos amigos do suspeito o alerta em um comentário: “Deixa o Ibama ver isso!! (sic)”.

Conforme a assessoria de imprensa da PMA (Polícia Militar Ambiental), se comprovado a autoria do vídeo, o homem responderá por crime ambiental de maus-tratos, com pena de três meses a um ano de detenção.

O suposto infrator também deve ser autuado administrativamente e multa varia de R$ 500 a R$ 3 mil.

A reportagem indagou o suposto autor pela internet, mas não obteve respostas.

TEIÚ OU TIU

O Teiú é um réptil de ocorrência nacional, também sendo encontrado na Argentina, e foi introduzido de maneira ilegal em outros países, como exemplo os Estado Unidos da América.

Assim como os cães e gatos, os teiús podem viver por mais de uma década quando não estão no meio selvagem.

Ele pode crescer consideravelmente e alcançar 1,40 m de comprimento e pesar mais de 5 kg. Podem botar mais de 30 ovos, que em condições adequadas de umidade e temperatura, eclodem entre 60 e 90 dias.

Os Teiús são onívoros e, em cativeiro, são alimentados com frutos, legumes, ração para lagartos, ovos, carne, neonatos, entre outras fontes de alimento. Em vida livre, quando adultos, os teiús se alimentam também de frutas, insetos, pequenos roedores e lagartos, aves, ovos, dentre outros alimentos.

Confira o vídeo:

Fonte: Midiamax

MAIS NOTICIAS

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.