Vídeo mostra homem jogando onça-parda em rio, após ser morta em armadilha, em MS

Vídeo mostra homem jogando onça-parda em rio, após ser morta em armadilha, em MS

Dois homens de 49 e 66 anos foram autuados por crime ambiental após a PMA (Polícia Militar Ambiental) receber foto e vídeo, nesta quinta-feira (8), mostrando uma onça-parda morta sendo jogada no rio, enquanto um grupo de homens dá risada da situação. O caso aconteceu numa fazenda de Santa Rita do Pardo, localizada na MS 040, a 33 km da cidade. O animal foi preso em armadilha e abatido em janeiro deste ano.

Conforme boletim de ocorrência, a polícia recebeu denúncia anônima de abate de onça e quando chegou ao local foi recebida pelo capataz da propriedade. Ele assumiu a responsabilidade pelo crime ambiental, mas afirmou que havia encontrado a onça já morta, presa numa armadilha, às margens do Rio Mimoso, e na sequência arremessou o animal nas águas.

 

O capataz não soube informar o nome da pessoa que fez a armadilha, afirmando apenas se tratar de funcionários diaristas da propriedade, mas que já haviam sido demitidos e não estavam mais na fazenda. Disse ainda que os autores são moradores do Estado de São Paulo. O proprietário e o capataz da propriedade foram multados em R$ 10 mil por se tratar de espécie ameaçada de extinção.

Os policiais identificaram o local em que o animal foi morto e durante varredura às margens do rio, foram encontradas uma espingarda, frasco de espoleta, frasco de pólvora, dois frascos de chumbo e um socador de madeira para recarga de cartuchos. O responsável pela arma não foi localizado. Os materiais apreendidos foram levados para a delegacia de Polícia Civil do município.

Por Viviane Oliveira

Fonte: Campo Grande News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.