VÍDEO: na Argentina, grupo de resgate devolve ao mar baleia-jubarte encalhada no litoral

VÍDEO: na Argentina, grupo de resgate devolve ao mar baleia-jubarte encalhada no litoral
No total, 30 pessoas participaram da operação de resgate que durou 28 horas e teve como objetivo devolver esse animal marinho para as águas do oceano Atlântico.

Uma baleia-jubarte de quase oito metros de comprimento foi encontrada encalhada no sábado (29) na costa da cidade argentina de Mar del Tuyú, a cerca de 330 quilômetros ao sul de Buenos Aires. Após 28 horas de trabalho intenso, as equipes de resgate conseguiram devolver o cetáceo nas águas do Atlântico.

Tudo começou com a chamada de um morador local da cidade costeira que alertou os especialistas da Fundação Mundo Marinho que, em seguida, chegaram ao local para salvar a vida do animal. Os funcionários da organização foram acompanhados por agentes da Prefeitura Naval, bombeiros, salva-vidas, escoteiros e vizinhos voluntários. No total, 30 pessoas participaram da operação.
Inicialmente, uma retroescavadeira levantou a baleia com ajuda de uma espécie de maca e a moveu para o mar, colocando-a para onde o nível da água fosse suficiente para permitir que ela flutuasse. No entanto, o cetáceo não reagiu quando teve a oportunidade de se mover, pois não conseguia movimentar as barbatanas peitorais ou a cauda.

“Não tinha forças para empurrar e sair”, explicou a bióloga Karina Álvarez, citada pela agência AP.

No dia seguinte, a equipe usou outra estratégia e colocaram cordas debaixo da baleia para que a retroescavadeira a movesse para águas mais profundas. Além disso, o animal foi arrastado para o mar por um barco.

Luego de 28 horas de intenso trabajo, rescatistas lograron reinsertar a la ballena varada en Mar del TuyúEl cetáceo, de aproximadamente 7 toneladas, volvió al mar tras permanecer varado durante 28 horas. Rescatistas de la Fundación Mundo Marino, Prefectura Naval, Municipio del Partido de la Costa, Defensa Civil, Guardavidas y voluntarios participaron del operativo de rescate.Los importantes esfuerzos realizados desde la mañana del sábado 29 de septiembre hasta el mediodía siguiente hicieron posible darle una nueva esperanza a la ballena jorobada. Fueron necesarias 28 horas de un arduo trabajo en equipo, de más de 30 personas comprometidas y apasionadas persiguiendo un solo objetivo: salvarle la vida a un gigante.Todo comenzó con un llamado de un vecino de la localidad costera durante la mañana del sábado, que alertó a los profesionales de la Fundación Mundo Marino. En seguida, los biólogos y técnicos de esa institución asistieron al lugar. Contaron con la ayuda de Prefectura Naval, La Municipalidad del Partido de la Costa, Guardavidas, Boys Scouts y vecinos voluntarios de Mar del Tuyú.

Julkaissut Fundacion Mundo Marino Maanantaina 1. lokakuuta 2018

Uma vez na água, o animal gigante recuperou sua força e conseguiu nadar.

Fonte: Sputnik News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.