VÍDEO: novilha amarrada pelos chifres grita de dor ao tentar fugir da festa de touradas

VÍDEO: novilha amarrada pelos chifres grita de dor ao tentar fugir da festa de touradas
O vídeo do YouTube permite observar a tradição das touradas em que eles submetem uma novilha a mais de vinte homens. Créditos: captura do YouTube.

As imagens horríveis de abuso de animais foram divulgadas pelo YouTube. Mais do que vinte  homens a levam à morte enquanto ela resiste.

As cenas do YouTube mostram uma vaca jovem ou novilha presa pelos chifres com cordas enquanto vários homens as puxam. Eles a levam à morte em uma festa de touradas que faz parte das comemorações de San Mateo, em Cuenca, Espanha. Embora o animal resista com toda sua força e gritos de dor, eles continuam em seu ideal de morte protegido pela tradição.

O evento aconteceu nesta terça-feira durante a “celebração” de San Mateo. Neste festival é costume enraizado o ato dos touros ‘enmaromados’ , que é fazer com que os animais andam por um caminho conduzidos  por uma corda amarrada nos chifres puxada por quase vinte homens para subjugar sua braveza.

Após a divulgação das imagens no YouTube , vários grupos anti-touradas na Espanha relatam que os homens estavam sob a influência de álcool e que entre os participantes havia crianças menores de dezesseis anos de idade, para quem a entrada não deveria ser permitida.

O vídeo do YouTube mostra as tentativas comoventes de escapar do animal. A novilha se retorce na ânsia de fugir; no entanto, ela só consegue rolar no chão, enquanto mais tarde ela está ajoelhada e exausta.

No entanto, o animal protagonista do vídeo do YouTube que provocou indignação mundial entre as comunidades anti touradas, não vai ser o único sacrificado, já que, infelizmente, para as touradas da celebração da festa de San Mateo estão programadas cinco vacas .

A ‘tradição das touradas’ durante as festividades de San Mateo

O animal que aparece nas imagens do YouTube fez parte do primeiro lançamento das novilhas “enmaromadas” organizadas para as festividades de San Mateo. Uma tradição que recorda a conquista da cidade de Cuenca no século XII, e pela qual durante quatro dias os touros e as novilhas são submetidos a essas práticas pelas ruas da cidade.

Diante da crueldade dos atos de abuso de animais , a  Associação Cultural Anti touradas de Ciudad Real pediu aos moradores de Cuenca que começassem a reivindicar um San Mateo “livre de violência animal”.

Finalmente, com a queixa, eles dão um toque de atenção à cidade de Cuenca, que eles criticam por continuar permitindo e promovendo o “abuso legal de animais”. Os coletivos anti tourada pedem “mais coragem e empatia política” na região, e que deixem de subsidiar as touradas com dinheiro de todos os cidadãos .

Aqui você pode ver o vídeo do YouTube que mostra o lamentável show de tortura:

Tradução de Thaís Perin Gasparindo

Fonte: La República

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.