Vídeo registra supostos maus-tratos a animais por agentes da Zoonoses de Teresina, PI

Vídeo registra supostos maus-tratos a animais por agentes da Zoonoses de Teresina, PI

Vídeos enviados à TV Cidade Verde nesta quinta-feira (28) registraram o momento em que dois cachorros são capturados por agentes de Zoonoses de Teresina na zona Sudeste da capital. O modo como os animais são apreendidos gerou discussão sobre maus-tratos. 

As imagens foram capturadas por moradores que passavam pelo local no momento da ação. Os cães estavam em uma praça no bairro Dirceu Arcoverde, na zona Sudeste, próxima a uma empresa de call center. Uma moradora chega a alertar no vídeo que o laço estaria sufocando um dos animais. Em um deles há sangue saindo pela boca.  

A Gerência de Zoonoses informou que o recolhimento dos animais se deu por pedido de uma empresa via ofício denunciando que os animais estavam soltos na porta da atacando pessoas e funcionários. A gerência destacou ainda que houve tumulto no momento da apreensão e que isso dificultou o procedimento. 

Os animais foram levados para um canil e aguardam o prazo de 72 horas, previsto pelo código sanitário, para que sejam recolhidos por possíveis donos. Caso os animais não tenham donos, serão encaminhados para adoção, segundo informou a Gerência de Zoonoses.

Nota Zoonoses

A Gerência de Zoonoses informa que recolhe animais agressores e com sintomatologia de algumas zoonoses. A Gezoon  recebeu a solicitação de uma empresa via oficio , denunciando que os animais estavam soltos na porta da empresa agredindo pessoas e funcionários, o que motivou o atendimento. Durante a ação, houve tumulto, ocasionando stress nos animais e dificultando a captura. Os animais se encontram no canil aguardando o prazo de 72 horas, previsto pelo código sanitário, para que os possíveis tutores possam ir buscá-los. Após este prazo, caso os tutores não apareçam os animais serão encaminhados para adoção.

Por Valmir Macêdo

Fonte: Cidade Verde 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.