Vídeo: santuário faz homenagem a elefanta que morreu aos 52 anos por eutanásia em MT

Vídeo: santuário faz homenagem a elefanta que morreu aos 52 anos por eutanásia em MT
Elefanta Lady no Santuário de Elefantes — Foto: SEB/Divulgação

A elefanta Lady, que morreu por eutanásia após o animal se deitar e não demonstrar mais interesse em se levantar, foi homenageada pelo Santuário de Elefantes Brasil (SEB), onde vivia, em Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá, neste domingo (19), em uma postagem nas redes sociais da entidade.

VÍDEO: Lady foi homenageada pelo Santuário dos Elefantes Brasil, neste domingo (19)

Na homenagem, o santuário publicou um vídeo, que foi gravado ainda nos primeiros dias que ela chegou à Chapada, de Lady tomando banho em um rio enquanto jogava água no corpo, com a tromba. Segundo a instituição, o registro é apenas um de muitos os momentos que a elefanta passava na água, já que aquele era um de seus lugares favoritos.

“Sabíamos que ela adorava água, já que estava constantemente chapinhando na lama e no bebedouro. Lady parecia se soltar completamente quando estava na água. Este foi um daqueles momentos em que seu coração se sente satisfeito com o que o santuário pode realmente proporcionar aos elefantes e com o quanto as pequenas coisas realmente significam para eles”, diz trecho da legenda do post.

🐘Luto por Lady🖤

Nessa quinta-feira (16), o SEB divulgou a informação de que a elefanta Lady, de 52 anos, morreu por eutanásia na noite de quarta-feira (15). Segundo a instituição, a decisão foi tomada após o animal se deitar e não demonstrar mais interesse em se levantar.

Segundo o santuário, Lady vivia na área há 4 anos e parte de sua rotina era receber analgésicos três vezes ao dia.

“Ela dormia e, ao ser abordada, abria os olhos e olhava para você, mas depois voltava a dormir. Ela foi monitorada durante todo o dia de terça-feira, continuou recebendo analgésicos, mas não houve alteração em seu estado”, informou o SEB.

Lady saiu de um zoológico na Paraíba depois de ter sido apreendida em um circo, em 2013. O animal tinha uma doença séria chamada osteomielite, que é uma infecção no osso que causa muitas dores e não tem cura.

🏞️Conhecendo o Santuário

O Santuário está localizado no município de Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá. O espaço tem o apoio de duas renomadas organizações internacionais de defesa e estudo dos elefantes, ElephantVoices e Global Sanctuary for Elephants.

Os animais vivem em uma área de aproximadamente 1,1 hectares, que era uma antiga fazenda utilizada para a criação de gado. As elefantas vivem soltas. No entanto, o local também tem uma área de galpões e baias, onde elas são colocadas assim que chegam até que se sintam confortáveis a sair do recinto.

Para conhecer o Santuário não é preciso ir lá, até porque os elefantes vivem soltos e se escondem na mata, e a intenção é justamente que eles não sejam uma atração como foram durante a vida toda nos cativeiros onde viveram.

No entanto, nas redes sociais e no portal da entidade, é possível acompanhar os relatos do dia a dia destes animais, assim como assistir aos vídeos que os tratadores conseguem fazer durante o atendimento.

Quem quiser ajudar de forma mais efetiva, pode participar da campanha “Adotar um Elefante”, enviando recursos especialmente para os cuidados de qualquer uma das moradoras.

Fonte: g1