Vídeo tocante mostra o momento em que cães que seriam mortos encontram novas famílias e são salvos

Vídeo tocante mostra o momento em que cães que seriam mortos encontram novas famílias e são salvos

Nos Estados Unidos existem diversos abrigos públicos que praticam eutanásias nos animais que não são adotados após um período no local. Esta realidade é o triste final de milhares de animais e, no Texas, seria exatamente o que aconteceria a 11 cães caso a ONG TracyDogs não tivesse entrado em ação.

Os voluntários do local resgataram os animais, mas precisavam doá-los rapidamente já que não possuem recursos. Então eles explicaram a situação nas redes sociais e informaram estar em busca de lares carinhosos para eles. Nenhuma foto foi mostrada, nenhuma descrição dos animais foi feita.

No dia e hora marcados para os futuros tutores levarem os cães para casa, muitas pessoas se juntaram para testemunhar o momento emocionante.

Cães e tutores se viram pela primeira vez em suas vidas.

Até hoje a ONG já ajudou mais de 3.500 cães a serem adotados.

Fonte: Hypeness


Nota do Olhar Animal: Os animais não sofreriam “eutanásia” e sim seriam massacrados no abrigo. Como sempre lembramos, a eutanásia é um ato de caráter misericordioso que visa abreviar o sofrimento de animais que estão irreversivelmente doentes, o que não era o caso dos animais disponíveis para adoção. Abrigos públicos e ONGs que praticam a matança costumam usar o termo “eutanásia” como um eufemismo para tentar amenizar a covarde injustiça cometida por eles contra estes animais. Parabéns à ONG que evitou esta atrocidade.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.