VÍDEO: Ursa com artrose ganha cadeira especial para fazer fisioterapia no interior de SP

VÍDEO: Ursa com artrose ganha cadeira especial para fazer fisioterapia no interior de SP
Ursa com artrose ganha cadeira especial para fazer fisioterapia no interior de SP (Divulgação/ Rancho dos Gnomos)

A ursa-parda Mizar ganhou uma adaptação de uma ‘cadeira de rodas’ para ajudar nas sessões de fisioterapia pelas quais ela tem que passar para tratar uma artrose. O tratamento ajuda a diminuir as dores dela, que não consegue mais ficar em pé sozinha.

VÍDEO: Ursa com artrose ganha cadeira especial para fazer fisioterapia no interior de SP (Divulgação/ Rancho dos Gnomos)

Além do tratamento com medicamentos, a cadeira ajuda no tratamento da coluna, diminuindo o esforço que ela precisa fazer para andar e mantendo os músculos das pernas em exercício. Mizar, que já foi um animal de circo, vive hoje em um santuário de animais em Joanópolis (SP), cidade de clima apropriado e onde recebe condições adequadas.

“Devido a ter vivido anos e anos em uma carreta no nordeste, em um ambiente inapropriado, isso contribuiu para desenvolver a artrose severa que hoje ela tem. Tudo que é de ruim na coluna ela tem”, explica Marcos Pompeo, gestor do santuário.

No local desde 2019, ao chegar ela passou por um raio-x, que revelou que a ursa tem artrose severa e bico-de-papagaio.

“Ela veio perdendo a mobilidade das patas da frente. Nós entramos com todo tipo de medicamento para reverter, mas não foi possível. Agora ela faz acupuntura e outros tratamentos para tentar oferecer a melhor qualidade de vida pra ela,” explica o gestor do santuário.

Ursa Mizar trata artrose em santuário de animais no interior de SP — Foto: Biga Pessoa/ Rancho dos Gnomos
Ursa Mizar trata artrose em santuário de animais no interior de SP — Foto: Biga Pessoa/ Rancho dos Gnomos

Além da fisioterapia, ela também passa por sessões de hidroginástica para tratar a artrose, que é uma doença degenerativa que afeta as cartilagens nas articulações.

Vida nova

A ursa Mizar chegou ao santuário de animais acompanhada pelo irmão, Verrú. Eles foram transferidos de um zoológico em Canindé, no Ceará, por determinação da Justiça.

O espaço em Joanópolis fica em um uma área de montanha, com temperaturas amenas e mais adequadas para os ursos-pardo. As condições climáticas em que eles viviam no Ceará foram levadas em consideração para que a Justiça determinasse a transferências deles.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.