Vídeos mostram ex-funcionário de hotel para animais maltratando cachorros no ES

Vídeos mostram ex-funcionário de hotel para animais maltratando cachorros no ES
Ex-funcionário aparece segurando cachorro pelo pescoço. — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Vídeos que circulam na internet mostram o ex-funcionário de um hotel para animais maltratando cachorros em Vila Velha, na Grande Vitória. As imagens foram feitas quando o homem ainda trabalhava no local.

Em um dos vídeos, ele aparece filmando a si mesmo segurando um cachorro de pequeno porte pelo pescoço e depois jogando-o no chão.

Já em uma outra filmagem, o funcionário atira um brinquedo com força em uma cadela, fazendo com que o animal saia assustado.

De acordo com a dona do estabelecimento, a estudante de medicina veterinária Lorença de Jesus, o homem começou a trabalhar no hotel por indicação de um cliente, mas foi demitido no final de setembro por indisciplina, já que chegava constantemente atrasado e não se relacionava bem com os demais funcionários.

Agressões a cachorros aconteceram em hotel para pets. — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Lorença disse que não imaginava que o ex-funcionário fosse capaz de agredir os animais pelos quais era responsável.

“Quando pedem para trabalhar com a gente, a primeira coisa que a gente fala é que tem que amar muito [os animais]. A gente nunca espera isso, principalmente de uma pessoa que era conhecida e várias pessoas próximas. A gente nunca imagina”, lamentou.

A proprietária registrou um boletim de ocorrência contra o funcionário e diz esperar que ele seja punido.

A Polícia Civil confirmou que o caso foi registrado nesta terça-feira (13) na 2ª Delegacia Regional de Vila Velha e será encaminhado para Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (DPMAPC).

“Para que a apuração seja preservada, nenhuma outra informação será repassada”, disse a polícia em nota.

O homem que aparece no vídeo, Magnun Lorde Diniz, não foi encontrado pela reportagem e o celular dele estava desligado durante as tentativas de contato.

A dona do cachorro chamado Pingo que aparece nas filmagens sendo segurado pelo pescoço, afirmou que está abalada com as imagens.

“O que esse cara fez com meu cachorro eu quero que ele pague, eu quero que ele seja preso”, disse.
Tainara Borges, que é cliente do hotel, contou que ficou chocada com o vídeo que foi divulgado pelas redes sociais.

“A gente sabia que não condizia com o padrão da creche. Foi o ato de uma pessoa que não deveria ter entrado aqui”, disse.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) do Espírito Santo disse que encaminhou denúncia ao Ministério Público e que acompanhará o caso de perto. 

Outro caso no ES
 
Um homem de 32 anos foi preso nesta terça suspeito de matar um cachorro após arrastá-lo de carro por ruas de Jaguaré, no Norte do Espírito Santo.

Câmeras de segurança registraram, na noite de segunda (12), o momento em que o carro do homem passa em alta velocidade com o animal amarrado por uma corda na parte traseira. Em um vídeo feito em outro ponto da cidade, minutos depois, o homem aparece descendo do carro e cortando a corda que prendia o animal ao veículo. Em seguida, ele entra no carro e vai embora. O corpo do cachorro ficou na rua.

O suspeito confessou o crime e disse à polícia que achou o animal doente e queria sacrificá-lo.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.