Vizinho corta testículos de cachorro que fez xixi no quintal em Aquidauana, MS

Vizinho corta testículos de cachorro que fez xixi no quintal em Aquidauana, MS

Ao fugir pelo vão do portão para dar uma volta, o cachorro vira-lata “Courinho” teve os testículos cortados pelo vizinho. O caso aconteceu na última quarta-feira (29) em Aquidauana, mas foi registrado ontem (31) na 1ª Delegacia de Polícia Civil do município.

A secretária Eleise Méury do Nascimento, 41 anos, dona do animal, cria dois cachorros: o Courinho de 4 anos e Fred (de porte grande). Por ser pequeno, Courinho escapa e vai para a rua fazer o seu passeio matinal. “Moro há quatro anos no bairro e todo mundo sabe que ele tem dono”, contou.

No dia do crime, segundo Eleise, acordou e soltou os cachorros que dormem dentro de casa para fazer as necessidades no quintal. Foi quando Courinho, como de costume, saiu para a rua. “Pouco depois escutei o choro agoniante dele no portão. Saí para ver o que havia acontecido e o encontrei desesperado, esvaindo em sangue com uma corda no pescoço”, lamentou.

Pata do cachorro também foi cortada. (Foto: arquivo pessoal)

Desesperada, a secretária saiu para pedir socorro e encontrou a mãe do autor, que mora numa casa sem muro ao lado da residência dela. Ao questionar a mulher se sabia o que havia acontecido com Courinho ouviu a frase: “Nós capamos”. Ao fundo, o autor identificado apenas como Felipe, gritou: “Eu capei. E capo de novo. Ele mijou no meu quintal. Não sabia que o cachorro era seu”.

A mãe do autor, então, tentando acalmar os ânimos pediu para Eleise buscar o animal que ela iria tratá-lo. “Calma. Nós somos pantaneiros. Isso é normal em fazenda. Me entrega ele que vou medicar e cuidar dele pra você”.

Revoltada, a secretária enrolou o animal em um lençol, o colocou no carro e foi para o veterinário. “Ele perdeu muito sangue. Ficou internado por um dia e meio. Os gastos até agora já passam dos R$ 300. Courinho levou ponto nos testículos e na perna que também foi cortada”, contou. Eleise disse que só conseguiu registrar boletim de ocorrência ontem na Polícia Civil e apresentou fotos e inclusive áudio dos vizinhos confessando o crime.

Ontem, a PMA (Polícia Militar Ambiental) esteve na casa do vizinho, mas ele não foi encontrado pelos policiais. O vizinho responderá por maus-tratos a animais. Crime com pena de três meses a um ano de detenção.

Por Viviane Oliveira 

Fonte: Campo Grande News 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.