Voluntária produz casinhas de papelão para proteger cães de rua do frio em MG

Voluntária produz casinhas de papelão para proteger cães de rua do frio em MG

As temperaturas têm caído, o inverno está batendo à porta e por isso os protetores de animais ficam preocupados com os bichos que não possuem um lar onde se aquecer. Pensando nisso, a enfermeira Alexandra Tomaz passou a confeccionar casinhas de papelão, em Governador Valadares (MG), no Vale do Rio Doce.

Ela conta que o amor pelos animais que vem desde a infância e que teve a ideia de fabricar as casinhas após ver um cãozinho na rua.

“Eu comecei a confeccionar há um ano. Eu vi um cachorrinho na rua, notei que colocaram uma caixa de papelão pra ele, mas eu tive a ideia de fazer uma casinha com aquele material. Ali foi a primeira e depois fui só melhorando, realizando decorações e colocando figurinhas”, explica.
 

Alexandra conta que é preciso pouco para fazer as casinhas. Ela utiliza caixas de papelão, tesoura, régua, cola, fita e estilete para montar os abrigos em diversos tamanhos. Todo o processo leva menos de dez minutos.

A produção das casinhas chamou atenção de protetores independentes da cidade. O grupo “Amigos dos Animais” possui três anos de existência e a colaboração de cerca de 50 voluntários que fazem resgate de cães e gatos nas ruas, oferecem lar temporário e depois os encaminham para doação responsável.

“As meninas desse grupo viram as minhas postagens e me perguntaram quanto que eu cobrava para produzir para os animais de rua, por conta do frio. Eu disse que não iria cobrar nada e iria participar como voluntária”, conta.
 

Há quatro dias Alexandra produz as casinhas para o grupo, mas revela que não está decorando porque algumas pessoas acabam recolhendo os abrigos dos bichinhos.

Além das casinhas, os protetores também abastecem os abrigos com vasilhas de água e comida. O grupo de voluntários pede à população para que, quem puder, que deixe alimento e água para os animais de rua.

O grupo pede ainda para que a população tenha respeito em relação à iniciativa de cuidados com os animais de rua e que não retirem as casinhas das ruas da cidade.

Cada abrigo feito por Alexandra fica pronto em menos de dez minutos. — Foto: Amigos dos Animais/Divulgação

Por Leonardo Almeida, sob a supervisão de Zana Ferreira.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.