Voluntários fazem campanha para castrar e cuidar de gatos abandonados em parque de Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Voluntários fazem campanha para castrar e cuidar de gatos abandonados em parque de Goiânia

Moradores denunciam que vários gatos estão sendo abandonados no Parque Carmo Bernardes, no Setor Parque Atheneu, em Goiânia. Segundo eles, geralmente são filhotes, deixados no local de madrugada. Só na última terça-feira (6), ao menos 12 gatos estavam no local. A comunidade construiu um abrigo no local e até realiza uma campanha visando arrecadar fundos para castrar e cuidar dos animais.

VÍDEO: Voluntários fazem campanha para castrar e cuidar de gatos abandonados em parque de Goiânia

Além disso, a comerciante Aryadne Batista Ribeiro, de 33 anos, criou um grupo em um aplicativo de mensagens para dividir com vizinhos uma forma de ajudar a cuidar dos animais.

“Estamos dividindo. Cada dia um vizinho e olha, coloca comida e água, mas está difícil. As pessoas não têm consciência, abandonam os bichinhos como se fossem lixo”, relata.

A comerciante também coordena uma frente voluntária de ajuda aos bichinhos. Ela e os moradores juntam tampinhas de garrafas plásticas, vendem e usam o dinheiro arrecadado para a castração dos animais. Posteriormente, eles vão para a adoção.

“Cada 120kg vira R$ 100. Esse é o valor que a gente consegue castrar uma gata. Os machos ficam um valor mais baixo R$ 80 reais. Conseguimos algumas parcerias com veterinários, mas, mesmo assim, a gente não consegue acabar com a demanda”, conta Aryadne.

Em nota, a Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) disse que vai verificar a situação e acionar ONGs para que cuidem dos animais e, em seguida, disponibilizá-los para adoção. O órgão ressalta ainda da importância de os tutores castrarem os bichos para evitar ninhadas e abandono.

Abrigo

No parque existe ainda uma casinha de madeira feita para acolher os gatos. Ela tem rampa, escadinha, telhado para proteger da chuva e panos para que eles não passem frio. De acordo com a Aryadne, a estrutura foi feita por uma vizinha do parque na intenção de proteger os gatos na época da chuva.

A irmã da comerciante, Luanda Batista Ribeiro, de 38 anos, também ajuda a cuidar dos animais. Ela é cozinheira em uma escola do bairro e diz que toda vez que sobra alimento leva para os gatos. A moradora faz um apelo para que a população pare de abandonar os gatinhos no Parque.

“São vidas. Eu não consigo entender porque as pessoas fazem isso. Eles precisam de um lar, de amor. Alguns estão doentes, por mais que a gente tenta, não conseguimos cuidar de todos”, lamenta.

Por Guilherme Rodrigues, TV Anhanguera

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.