Voluntários pedem doações para animais resgatados após enxurrada em Iconha, ES

Voluntários pedem doações para animais resgatados após enxurrada em Iconha, ES
Gatinho foi resgatado por voluntários em Iconha. (Foto: Reprodução/ Instagram)

Os animais que vivem em Iconha, no Sul do Estado, também sofreram com a enxurrada que atingiu a cidade na sexta-feira (17).

Muitos morreram, outros se perderam dos tutores e alguns até adoeceram por conta do estresse e do contato com a água.

O Grupo de Resgate de Animais em Desastre (Grad), que atuou nas tragédias de Brumadinho e Mariana, em Minas Gerais, foi para Iconha resgatar e cuidar dos bichinhos.

A médica veterinária Carla Sassi contou que os voluntários chegaram no município no domingo (19) e começaram a fazer um levantamento.

“Vimos o que é necessário, estamos estabelecendo contato com os tutores e tomando cuidado com a parte sanitária dos animais. Eles tiveram contato com a água e passaram por estresse, o que afeta a imunidade. Vamos medicar e vacinar”, explicou.

O ponto de apoio é no galpão da Associação dos Caminhoneiros do Sul do Espírito Santo (Ascames). Lá, os animais recebem os primeiros socorros e depois são encaminhados para clínicas da Grande Vitória.

“Estamos com duas equipes que vão a campo e duas pessoas ficam no galpão. Cada animal tem uma ficha e colocamos uma fita de identificação”, contou. O número de resgates ainda não foi contabilizado pelo grupo.

O Grad pede doações de ração, vermífugos e antipulgas. Confira os pontos de coleta:

Iconha

  • Galpão da Ascames

Vila Velha

  • Clínica Pet do Bem, em Vila Noma
  • Clínica Animales, em Itapuã
  • Provel, no Centro

Vitória

  • Farmácia Vida Animal, na Praia do Suá
  • Pet Clinic, em Jardim Camburi
  • Melvi, em Jardim da Penha

Serra

  • Clínica Pet Medic, em Mata da Serra
  • Clínica Mundo Animal, em Laranjeiras
  • FF Pet Center, em Laranjeiras
  • Supermercado Dim Dom, em Morada de Laranjeiras

Cariacica

  • Clínica Aumiau, em Nova Brasília

Por Mayra Scarpi

Fonte: Tribuna Online

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.