Xerife encontra filhote de cervo em porta-malas depois de prender homem por crueldade animal

Xerife encontra filhote de cervo em porta-malas depois de prender homem por crueldade animal
Uma policial de Del Norte posa com o cervo resgatado. Foto: DNCSO

Na noite de 4 de julho, delegados responderam a uma chamada sobre um homem que possivelmente maltratava seus cães. Quando os deputados chegaram, eles encontraram Ian Slater.

Ian Slater. Foto: DNCSO

Slater era de fora da cidade e vivia em seu veículo com seus três grandes cães de caça. Após uma investigação da queixa, Slater foi preso.

Quando Slater era colocado no banco de trás da viatura para ser transportado para a cadeia do condado de Del Norte, na Califórnia (EUA), informou aos policiais que havia um cervo vivo no porta-malas de seu carro. Slater explicou que havia encontrado o animal na beira da estrada e que o levara numa tentativa de cuidar do filhote até que ele se recuperasse.

Os policiais abriram o porta-malas do veículo de Slater e, para sua surpresa, encontraram um cervo saudável, sem ferimentos e muito jovem deitado quietinho no porta-malas. 

O animal foi transportado para um oficial de caça e pesca que mais tarde o levaria para um centro de reabilitação próximo.

Os três cães também foram levados para o departamento agropecuário local, onde foram recebidos com espaço de sobra para passear, assim como comida e água. Slater foi então levado para a cadeia e preso sob acusações de crueldade animal e de captura ilegal de um animal. 

É lamentável que os animais estivessem sendo submetidos a maus-tratos, mas estamos gratos pela denúncia sobre aquelas circunstâncias.

Conseguimos tirar os cães e o pequeno cervo de uma situação insegura. Por mais perturbador e chocante que alguns de nossos chamados possam ser, devemos também focar nos aspectos positivos que vêm deles.

As comunidades que servimos permitiram que a polícia interviesse, o que resultou no resgate de três cães e um jovem cervo. Publicamos a foto nas redes sociais porque um cervo vivo é certamente uma das descobertas mais singulares que já fizemos no porta-malas de um carro.

Por John Ross Ferrara / Tradução de Alda Lima

Fonte: Wild Rivers

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.