Zebra que perdeu sua mãe está muito feliz com sua nova família

Zebra que perdeu sua mãe está muito feliz com sua nova família
Fotos: David Sheldrick Wildlife Trust

Ngulia não teve um começo fácil em sua vida.

Quando sua mãe foi morta por caçadores pela sua carne, a pequena zebra não tinha ninguém no mundo para cuidar dela.

Mas quando os resgatistas do David Sheldrick Wildlife Trust (DSWT), no Quênia, souberam de uma zebrinha órfã, a sorte de Ngulia começou a mudar.

Isso foi em janeiro de 2014, quando Ngulia era tão pequena que ela ainda tinha que ser amamentada com mamadeira. Os resgatistas levaram Ngulia para o orfanato do DSWT, onde muitos elefantes e rinocerontes órfãos crescem e aprendem como ser selvagem depois que seus pais foram mortos.

Mas não são só elefantes que vivem no orfanato.

“Apesar de sermos mais conhecidos pelo nosso trabalho de resgate de elefantes e rinocerontes órfãos, nós resgatamos qualquer mamífero selvagem órfão que precise de nossa assistência, incluindo zebra, elande, antílope cudo, búfalo, órix e até mesmo um hipopótamo”, Amie Alden, porta-voz do DSWT, contou ao The Dodo.

Assim como os elefantes e rinocerontes órfãos, esses outros filhotes são resgatados com o objetivo de serem reintegrados novamente à natureza quando estiverem adultos.

“Como todas nossas instalações estão dentro de áreas protegidas, cercadas pela natureza para aprimorar suas habilidades naturais, esta transição acontece bem naturalmente”, Alden explica.

Então, quando Ngulia chegou, estava prestes a conhecer as pessoas e os animais que seriam sua família pelos próximos anos.

“Ela foi cuidada por uma zebra macho órfã mais velha, Lualeni, que já retornou para a natureza”, Alden disse, acrescentando que Lualeni ainda mora perto.

E conforme Ngulia cresceu, ela começou a seguir os passos do seu amigo Lualeni, desenvolvendo o papel de líder dentre seu grupo de amigos, que inclui elandes (um tipo de antílope), um búfalo e um hipopótamo.

“Ver seu instinto maternal na forma ela cuida de seu bando é muito bonito”, Alden disse.

Agora, Ngulia passa seus dias pastando com sua família, gradualmente aprendendo a viver na natureza de novo até estar pronta.

Ngulia não teve o melhor começo de vida, mas agora que ela está segura, ela é só sorrisos.

 

Para ajudar o DSWT a cuidar desses animais especiais, você pode fazer uma doação aqui.

Por Sarah V Schweig / Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: The Dodo 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.